São Bernardo do Campo terá mercados até 21h, comércio em geral com ‘take away’ e ônibus até 22h na fase vermelha

Ônibus municipais não funcioam no toque de recolher

Escolas particulares podem voltar, mas as públicas não terão aulas presenciais. Escritórios podem funcionar. Passageiros de táxis e aplicativos terão de comprovar motivo da viagem entre 22h e 04h

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, publicou neste sábado, 10 de abril de 2021, o decreto 21.530/21, com as novas regras de restrição às atividades econômicas entre os dias 12 e 18 de abril, quando vigora a Fase Vermelha do Plano São Paulo, do Governo do Estado, em substituição à Fase Emergencial.

No município, haverá algumas regras diferentes em relação às normas estaduais e a cidades vizinhas do ABC.

Os ônibus municipais permanecem sem circular das 22h às 04h.

Neste período, os táxis e carros de aplicativos poderão funcionar, mas os passageiros terão de comprovar o motivo da viagem.

Em caso de deslocamentos de profissionais, os passageiros nesta faixa horária deverão apresentar documentos como crachá funcional, carteira de trabalho ou contracheque.

Também são permitidos deslocamentos no final da noite e na madrugada para casos de urgência e emergência de natureza médica, com destino a uma Unidade de Assistência Médico Hospitalar.

Atividades de consumo essenciais vão poder atender presencialmente até 21h, é o caso de supermercados, mercados, mercearias, hortifrutigranjeiros, açougues, peixarias, padarias, docerias, confeitarias e similares, mas sem consumo local.

Todo o comércio poderá ter o chamado take away, que é a retirada no balcão, e drive thru, como comércio de rua, grandes magazines, lojas de móveis, ambulantes, food trucks e/ou similares, shopping centers e galerias comerciais, perfumarias, lojas de cosméticos e/ou congêneres. Este tipo de atendimento poderá ser feito somente até 21h

Lojas de materiais de construção poderão atender presencialmente até 21h.

As escolas particulares estão autorizadas a funcionar a partir de segunda-feira, 12 de abril de 2021, com 35% de ocupação, e as aulas a partir do dia 14. A rede pública de ensino ainda fica com as aulas suspensas.

Atividades religiosas coletivas ficam proibidas assim como o uso das áreas comuns e de lazer, tais como, piscinas, quadras esportivas, parquinhos infantis, salões de festas, churrasqueiras, salão de jogos e de ginástica.

O toque de recolher na cidade é mantido entre 22h e 04h

Veja as principais regras:

TRANSPORTE:

Ônibus municipais: As linhas atendidas pela BR7 Mobilidade operam das 04h às 22h

Transportes Metropolitanos: Ônibus gerenciados pela EMTU e o Corredor ABD (ônibus e trólebus da Metra) operam sem restrições de horários.

Táxis e aplicativos: Não têm limitação de horário, mas das 22h às 04h, o passageiro terá der comprovar o motivo da viagem, permitido para fins profissionais ou de emergência médica.

FORMAS DE ATENDIMENTO NO COMÉRCIO:

Delivery: até meia noite

Take Away (retirada no balcão): até 21h para todo o tipo de comércio

Drive Thru: até 21h

O QUE PODE ATENDER PRESENCIALMENTE SEM CONSUMO NO LOCAL ATÉ 21H:

– Supermercados, mercados, mercearias, hortifrutigranjeiros, açougues, peixarias, padarias, docerias, confeitarias e similares;

– Restaurantes, lanchonetes, bares e congêneres, exclusivamente para o serviço de delivery até ás 24h00 e de drive thru e take away até as 20h00, com tolerância até as 21h00;

– Feiras livres;

Restaurante “Bom-Prato”, somente para a entrega de refeições prontas através de “quentinhas” nos horários usualmente adotados

– Lojas de materiais de construção e congêneres: as lojas de materiais de construção, as lojas de tintas, as madeireiras, as marmorarias, as serralherias, as vidraçarias, as de materiais elétricos, hidráulicos, as de pisos e revestimentos, as de produtos de combate a incêndio, as de ferramentas, as de ferragens, e outras da cadeia produtiva e de suporte direto à Construção Civil;

– Chaveiros;

– Lojas de autopeças, locadoras de veículos, oficinas mecânicas (inclusive localizadas em concessionárias de veículos), funilaria, pintura, troca de óleo, elétrica, borracharias, lava-rápidos e estacionamentos;

– Lojas de bicicletas, inclusive motorizadas;

– Lojas de materiais e produtos de limpeza: lojas de materiais de limpeza sanitizantes (desinfetantes, água sanitária, cloro, detergentes, etc), incluindo-se nesse rol aquelas que vendem produtos para limpeza de piscinas;

– Floriculturas e serviços de jardinagem/Garden;

– Escritórios administrativos, financeiros, contábeis, advocatícios, comerciais, entre outros, recomendando-se o teletrabalho, com realização de home-office.

– Empresas de Recrutamento e Seleção de Pessoal;

HOTÉIS COM ENTRADA DE HÓSPEDES ATÉ 22H E SEM RESTAURANTE:

Hotéis, pousadas, pensões, motéis, e outros meios de hospedagem podem funcionar, mas há regras, como a proibição do uso de áreas comuns, inclusive o atendimento nos restaurantes e bares, permitido o serviço e o consumo somente nos próprios quartos dos hóspedes; os meios de hospedagem devem observar os critérios estabelecidos no “Toque de Recolher”, ficando proibido o ingresso de hóspedes após as 22h00.

ATIVIDADES SÓ COM TAKE AWAY, DELIVERY E DRIVE THRU:

Poderão funcionar exclusivamente na forma de delivery, drive thru e take away o comércio em geral, tais como comércio de rua, grandes magazines, lojas de móveis, ambulantes, food trucks e/ou similares, shopping centers e galerias comerciais, perfumarias, lojas de cosméticos e/ou congêneres.

O QUE NÃO PODE FUNCIONAR:

– Salões de beleza, estética, podologia, manicure, depilação e barbearias, permitido o atendimento domiciliar;

– Academias e escolas esportivas, de artes marciais e de lutas de qualquer natureza;

– Clubes sociais e esportivos;

– Buffets;

– Parques públicos:- Parque da Juventude Cittá de Maróstica, Parque Estoril, Parque Jardim dos Ipês, Parque Chácara Silvestre, Cidade da Criança e Prainha do Riacho – privados e praças parques;

– Prática de esportes coletivos;

– Eventos sociais, esportivos e outros de qualquer natureza;

– Cinemas, teatros, casas de shows, de entretenimento, confraternizações e baladas; e

– Academias e estúdios de dança, ballet e congêneres

EDUCAÇÃO:

Escolas privadas: As escolas da rede particular de ensino – Infantil, Fundamental e Médio – podem funcionar, a partir de 12 de abril de 2021, para a organização da comunidade escolar, orientação e comunicação das famílias, sendo que as aulas presenciais poderão ser retomadas a partir de 14 de abril de 2021, observados os protocolos sanitários e a capacidade máxima de 35% (trinta e cinco por cento) do declarado no Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros – AVCB;

Também poderão funcionar a partir de 14 de abril de 2021, as aulas práticas e laboratoriais dos cursos técnicos e superiores da área da saúde, podem funcionar, desde que observados os protocolos sanitários e a presença máxima de 35% (trinta e cinco por cento) do declarado no Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros – AVCB;

Os cursos livres não regulados também estão autorizados  a partir do dia 14 de abril de 2021, especialmente escolas de idiomas, informática, artes, música, gastronomia, artesanato, etc, desde que observados os protocolos sanitários e a presença máxima de 35% (trinta e cinco por cento) do declarado no Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros – AVCB

ATIVIDADES RELIGIOSAS:

Igrejas, templos, sinagogas, mesquitas, casas espirituais, terreiros e espaços religiosos em geral podem abrir, mas são proibidos de promover celebrações e eventos coletivos. Também fica permitida a filmagem interna de “live”, com a presença da equipe técnica e do celebrante.

CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS:

As áreas comuns deverão atender às restrições e aos protocolos sanitários impostos pelo Município, devendo ser proibido o uso das áreas comuns e de lazer, tais como, piscinas, quadras esportivas, parquinhos infantis, salões de festas, churrasqueiras, salão de jogos, de ginástica, etc, permanecendo fechadas, sujeitando o síndico as sanções sanitárias civil e criminalmente.

Veja o decreto na íntegra:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Judicélia ferreira Pacheco disse:

    SR PREFEITO ORLANDO MORANDO…É COM MUITA TRISTEZA LHE COMUNICAR QUE ESSA FLEXIBILIDADE VAI CAUSAR UMA TRAGÉDIA NA CIDADE DE SAC BERNARDO DO CAMPO, SE NÃO HOUVER O LOKDALW NACIONAL DE NO MÍNIMO 15 DIAS,NOSSO PAIS VAI DESLIGAR PARA À MORTE!

  2. Georgete Mari Farah Da Cruz Poiani disse:

    Sei que ficou restrito a parte estética só que eu e muitas pessoas precisam por ordem médica fazer drenagem por causa de dores no corpo.
    Acho que deveria abrir das 9 às 18 há para dar uma assistência para quem precisa (DIOLAlSER) que onde eu frequento.

  3. Antônio disse:

    Até quando continuará toda esta palhaçada e roubalheira usando um vírus como desculpa. Todos já perceberam a incompetência do governador e seus prefeitinhos, incapazes de administrar mais de um problema ao mesmo tempo, e todas as medidas estúpidas, só tem aumentado os casos de morte, de fechamento de empresas e comércio,.de desemprego e miséria. Hoje temos o exemplo de Chapecó, onde o prefeito se mostrou um excelente gestor, mas infelizmente, o resto dos políticos optaram por continuar a lesar os cofres públicos e penalizar a população com medidas arbitrárias e inconstitucionais.

  4. Rogerio A Souza disse:

    Excelente decisão, só faltou incluir os templos religiosos com o devido distanciamento, o centro da cidade está com o comércio estagnado, mas na pariferia está a todo vapor.Se continuarmos em s.bernardo com essa política suicida do governador, vamos levar as empresas da cidade a bancarrota. A vida continua com vacina, tratamentos precoce, distanciamento, uso de máscaras,higinizaçao .Parabéns pela decisão.

Deixe uma resposta