Araraquara (SP) tem diminuição de 68,3% de passageiros durante a pandemia

Dados sobre a demanda foram uma solicitação da Câmara Municipal

WILLIAN MOREIRA

A cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, teve uma redução de 68,3% de passageiros durante a pandemia de covid-19. Os dados sobre a demanda foram apresentados após um pedido da Câmara Municipal, feito à CTA (Controladoria do Transporte de Araraquara).

Segundo o documento, foi analisado o período do final de 2019, antes da pandemia e todo ano de 2020 e janeiro de 2021 para ter um comparativo do funcionamento antes e durante o coronavírus nos serviços ofertados a população.

Em 2020 e 2021 no período da pandemia, houve uma diminuição de linhas passando a ser 30 rotas com 24 delas operadas pela CTA e seis pela Viação Paraty. Também foi feita a mudança de alguns itinerários, tornando alguns diametrais e outros radiais para efetuar 612 viagens diárias.

Assim, foram transportados 351.470 passageiros por mês, o que representa uma redução de 68,3% de passageiros todos os dias e de 48% na quantidade de viagens.

De acordo com os parlamentares no ato da solicitação do requerimento, o transporte coletivo é essencial para o deslocamento das pessoas no município e, em razão do vírus da covid-19 também estar presente nele, são necessárias medidas para a prevenção do contágio e transmissão, recomendando a circulação dos ônibus com no máximo 50% da capacidade, precisando para atender de melhor maneira o usuário, um aumento da frota.

Em resposta para a Câmara, a CTA por meio do diretor-presidente, Nilson Carneiro, informou que em 2019, 39 linhas eram operadas com 1.171 partidas diárias e levando por mês 1.112.421 passageiros, uma média de 37 mil pessoas por dia.

Apesar de não ter sido solicitado, o diretor-presidente ainda enviou aos parlamentares os dados comparativos desde 2017 para proporcionar uma melhor analise da Câmara e ajudar na adoção de possíveis novas medidas para o transporte público enquanto durar a pandemia do coronavírus.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta