Campinas (SP) ativa Estação João Jorge, no Corredor BRT Ouro Verde, e altera operação de ônibus

Cinco linhas estão utilizando a estrutura a partir desta segunda (05)

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, ativou a Estação João Jorge, no Corredor BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde, nesta segunda-feira, 05 de abril de 2021. Com a mudança, cinco linhas do sistema convencional de transporte público passaram a utilizar a plataforma de piso baixo.

Desta forma, passam a atender a Estação João Jorge, com embarque e desembarque pela faixa esquerda, as linhas 317 (Jardim São José / Jardim São Marcos), 348 (Vila Marieta / Cidade Judiciária), 371 (Estação Parque Prado), 377 (Vila Marieta / Shopping Parque Dom Pedro) e 430 (Swiss Park).

O atendimento aos usuários destas linhas deixa de ocorrer nos pontos localizados nas marginais, na altura da estação. A Prefeitura informou que agentes da Mobilidade Urbana vão orientar os usuários do transporte público nos primeiros dias da abertura desta estação à população.

Em nota, a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) afirmou que cerca de 13 mil usuários do transporte público coletivo estão sendo beneficiados com a operação da nova estação, que está localizada na Avenida João Jorge.

SOBRE A ESTAÇÃO

A Emdec ressaltou que esta é a primeira estação que compõe o BRT a entrar em operação na região central. A estrutura está localizada entre as vias Dr. Salles Oliveira e Sete de Setembro. O espaço é totalmente acessível, conta com rampas, corrimões e piso tátil. A iluminação é em LED. Com área total de 485 m², tem estrutura metálica e piso em granito, além de comunicação visual direcionada aos usuários.

Por sua vez, a estação de piso elevado será ativada futuramente para veículos BRT e conta com 880 m², fechamento em vidro laminado duplo, portas automáticas, catracas eletrônicas de acesso e semáforos externos para orientação da parada do ônibus na plataforma.

As estruturas integram o trecho inicial do Corredor BRT Ouro Verde, liberado para circulação em outubro de 2020. O trecho da Avenida João Jorge, entre o viaduto Miguel Vicente Cury e a Amoreiras, conta duas faixas (uma por sentido) dedicadas ao transporte público, com espaço para ultrapassagem junto às estações. Para o tráfego em geral, são seis faixas de rolamento (três por sentido), predominantemente.

BRT DE CAMPINAS

No total, o BRT Ouro Verde contempla 14,6 quilômetros de extensão, saindo do Terminal Central e seguindo pelas avenidas João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez, Camucim até o Terminal Vida Nova. Juntos, os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – somam 36,6 quilômetros de extensão.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta