VÍDEO: Marcopolo e Volvo exportam 30 ônibus para novo sistema de transporte de passageiros na Guatemala

Chassis são do modelo B270F e carrocerias Torino. Fotos: Divulgação.

Veículos vão operar entre Santa Catarina Pinula e a Cidade da Guatemala

JESSICA MARQUES

A fabricante de carrocerias Marcopolo e a fabricante de chassis Volvo exportaram 30 ônibus para o novo sistema de transporte de passageiros na Guatemala. Os veículos vão fazer a operação entre Santa Catarina Pinula e a Cidade da Guatemala.

Os ônibus exportados são de modelo Volvo B270F, com motor de 270 cv, e carroceria Marcopolo Torino, que permite o transporte de 62 pessoas, sendo 33 delas sentadas.

Os veículos, de 11,5 metros, possuem câmeras de monitoramento interno e externo, poltronas estofadas, CityVent (sistema inteligente de renovação do ar), dentre outros itens de conforto, segundo as fabricantes.

ÔNIBUS COM BIOSAFE

Em nota, a Marcopolo ressaltou que os ônibus contam com diferentes itens da plataforma Marcopolo BioSafe, como pega-mãos com material antimicrobiano, dispenser de álcool em gel na porta dianteira, e equipamentos para acessibilidade como rampas manuais de acesso nas duas portas de acesso de passageiros e espaço dedicado para um cadeirante.

A venda foi realizada em parceria com a Volvo pela Centrobus, representante da Marcopolo na América Central.

“É muito importante este novo fornecimento, pois representa a primeira venda da Marcopolo para esta cidade da Guatemala e reforça a nossa presença na América Central. As exportações foram prejudicadas pela pandemia no ano passado e seguem em ritmo abaixo dos volumes históricos, mas acreditamos que, gradativamente, vamos retomar as vendas para as Américas de forma geral e África”, afirmou o diretor de Operações Internacionais e Comerciais da Marcopolo, comentou André Vidal Armaganijan.

CORREDOR

Com 12 quilômetros, o novo corredor é o primeiro do Transpinula, nome do serviço de transporte público coletivo da cidade. Santa Catarina Pinula tem cerca de 80 mil habitantes e fica ao lado da capital, na fronteira sudeste. Este novo corredor integrará Santa Catarina à linha 13 do Transmetro, o BRT (Bus Rapid Transit) da Cidade da Guatemala.

Ao longo do percurso entre as duas cidades haverá 14 paradas com sistema de pré-pagamento e plataforma de embarque em nível com os ônibus, garantindo rapidez e segurança aos usuários. Serão transportados 20 mil passageiros por dia. Esta é a primeira vez que a municipalidade vai operar diretamente o transporte público de passageiros na cidade.

Confira o vídeo da exportação:

PARTICIPAÇÃO DA VOLVO

A Volvo detalhou, em nota, que este é o segundo negócio da marca na Guatemala em menos de um ano. Neste caso, a marca viabilizou o negócio em parceria com a Tecun, importador da marca na Guatemala.

“A inauguração do corredor é o primeiro passo para um novo sistema de transporte em Santa Catarina Pinula. Vencer a licitação, fornecer com exclusividade os ônibus e participar do começo dessa transformação é muito relevante para a Volvo, uma marca que tem longa tradição e experiência em sistemas integrados de transporte de passageiros”, afirmou o diretor de vendas estratégicas da Volvo Buses na América Latina, Alexandre Selski.

A comercialização dos 30 novos veículos para o Transpinula se soma a vendas recentes da Volvo para cidades da Guatemala. Em setembro, foram 20 articulados modelo B340M para o BRT da Cidade da Guatemala.

Com as novas entregas, a Volvo somará 146 ônibus em operação no BRT integrado da capital do país, com uma participação de 58% na frota de veículos pesados da cidade, uma das maiores metrópoles da América Central. Ao todo, o Transmetro transporta mais de 400 mil passageiros por dia.

“Temos participação ativa desde o início do Transmetro, com nossos articulados e biarticulados, e agora no Transpinula, com chassis convencionais. Nossos veículos são a melhor opção para sistemas integrados, com alta robustez, tecnologia e segurança. Temos orgulho em acompanhar e fazer parte da evolução desses sistemas da Guatemala e também de vários outros da América Latina”, afirmou Selski.

PARTICIPAÇÃO DA MARCOPOLO

O segmento de urbanos gerou uma receita líquida total de R$ 1,4 bilhão para a Marcopolo em 2020, sendo R$ 978,9 milhões oriundos do mercado externo.

No Brasil, a participação da Marcopolo no mercado de urbanos cresceu 14,8 pontos percentuais em relação a 2019. A companhia manteve a liderança, com 52,7% de participação no mercado nacional no ano passado.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta