SuperVia registra furto de quase seis quilômetros de cabos no primeiro trimestre de 2021

Imagens dos cabos danificados após o crime. Foto: Divulgação / SuperVia.

Número representa 96% de todas as ocorrências do ano de 2020

WILLIAN MOREIRA

A SuperVia, concessionária operadora dos trens urbanos no estado do Rio de Janeiro, divulgou nesta quinta-feira, 25 de março de 2021, um levantamento de ocorrências de furto em cabos de sinalização, energia e derivados. Segundo a empresa, esse tipo de ocorrência nos últimos dias vem prejudicando a prestação do serviço à população. No primeiro trimestre de 2021, foram quase seis quilômetros de cabos levados em ações criminosas.

No período, o número total de cabos furtados é de 5.986 metros, em 128 ocorrências, representando 96% do total de 2020, quando foram furtados 6.174 metros do material.

O Ramal de Japeri concentra a maioria destas ações, comprometendo a circulação dos trens. Como o material é composto por cobre e revendido de maneira rápida no mercado ilegal, acaba por atrair grupos de pessoas que praticam o crime no leito da via ferroviária.

Normalmente, os furtos acontecem na madrugada e são percebidos no começo da manhã quando o impacto na circulação é ainda maior.

A concessionária ressalta que a quantidade de cabos levados supera o número total comprado. Atualmente, o estoque da empresa está zerado para efetuar a reposição. O prazo de entrega quando ocorre a compra está um pouco maior devido à pandemia e à diminuição das atividades nas fábricas.

Em comunicado, a SuperVia pediu um apoio urgente do poder público para combater estes crimes, para que o serviço da circulação dos trens possa continuar a ser efetuado sem transtornos.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. triste ! só isso a dizer…

Deixe uma resposta