Taxa de isolamento no Estado de São Paulo foi de 43% em terça-feira de fase vermelha e mais medidas duras devem vir

João Doria em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 10

Idosos de 72 a 74 anos serão vacinados a partir de 22 de março. Coronavac é eficiente contra as novas mutações

ADAMO BAZANI

Colaborou Willian Moreira

A taxa de isolamento no Estado de São Paulo na fase vermelha cresceu no início desta primeira semana de retomada da fase vermelha do plano contra a covid-19 em relação à semana anterior, mas está bem abaixo dos 60% que autoridades de Saúde recomendam e em comparação aos meses do ano passado em que o Estado ficou na fase vermelha.

De acordo com o balanço, na terça-feira, 09 de março de 2021, a taxa no Estado foi de 43%.

Na segunda-feira, primeiro dia útil da retoma da fase vermelha, o isolamento foi de 42%

Na segunda-feira e na terça-feira da semana anterior, o isolamento foi de 38%.

Na fase vermelha só podem funcionar serviços essenciais como ônibus, trens, metrô, saúde humana, saúde animal, segurança, limpeza, farmácias, supermercados, entre outros.

O coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, Paulo Menezes, disse em entrevista coletiva no início da tarde desta quarta-feira, 10 de março de 2021, que mais medidas restritivas devem ser anunciadas para conter a movimentação das pessoas e do vírus.

O secretário de Saúde Jean Gorinchteyn e o governador João Doria classificaram a situação do avanço da covid-19 como dramática e por mais que novos leitos de UTI sejam criados, uma hora não haverá como expandir mais o atendimento.

VACINAÇÃO ENTRE 72 E 74 ANOS:

O Governador João Doria anunciou também na coletiva a ampliação da vacinação contra covid-19 para idosos com idade entre 72 e 74 anos a partir de 22 de março, num total de 730 mil pessoas que poderão receber a primeira dose ainda neste mês.

Já a partir de 15 de março podem ser vacinadas pessoas de 75 e 76 anos de idade.

Com o avanço da campanha para o grupo a partir de 72 anos, serão 1,140 milhão de pessoas que poderão ser imunizadas ainda no mês de março. Em 3 de março, o Estado iniciou a vacinação dos idosos entre 77 a 79 anos, contemplando outros 720 mil idosos.

As pessoas nestas faixas de idade devem estar atentas aos cronogramas e datas que serão comunicados pela cidade onde reside.

CORONAVAC É EFICIENTE CONTRA A VARIANTE MAIS FORTE DO CORONAVÍRUS:

Na coletiva, também foi divulgado o resultado de um estudo, realizado por cientistas do Instituto Butantan e da USP, que, segundo a apresentação, comprovou que a vacina Coronavac é eficaz contra as três novas variantes do coronavírus em circulação no Brasil, inclusive contra a variante brasileira.

Em nota, o governo estadual esclarece que estudos preliminares, realizados pelo Instituto Butantan em parceria com a USP, em pessoas vacinadas, demonstram que a Coronavac é capaz de neutralizar variantes do novo coronavírus. Os dados incluíram amostras de 35 participantes vacinados na Fase III. O estudo completo inclui um número maior de amostras, que já estão em análise. Os resultados completos serão divulgados posteriormente.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ivan Takeyma disse:

    Esse absurdo de fechar comércio, fechar restaurante, restringir horário, nada disso deu certo em lugar nenhum. Mas a agenda é outra, nunca foi saúde.

  2. Vagner dorta disse:

    Pelo amor de Deus…parem de fechar as coisas essa nao e a soluçao…isso nao funcionou em lugar nenhum mesmo…

Deixe uma resposta