Prefeitura de Canoas (RS) ‘promete’ multar Sogal em caso de aglomeração nos ônibus

Atualmente, circulam pela cidade cerca de 68 ônibus para atender às 50 linhas diárias do município. Foto: Tony Capellão.

Cidade está na bandeira preta de combate à covid-19

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Canoas (RS) informou, em nota, que “promete” multar a empresa de ônibus Sogal em caso de aglomeração nos ônibus. A informação foi divulgada por meio da Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade, que realiza a fiscalização no transporte coletivo da cidade.

Segundo a administração municipal, o objetivo é fazer com que a empresa de ônibus cumpra as diretrizes determinadas no protocolo da bandeira preta, principalmente para evitar aglomerações dentro dos veículos, por conta da pandemia de covid-19.

Atualmente, circulam pela cidade cerca de 68 ônibus para atender às 50 linhas diárias do município. De acordo com a Prefeitura, a frota de veículos vem sendo monitorada constantemente, para que não sofra alterações, considerando a alta demanda de passageiros e o protocolo da bandeira que permite a operação com apenas 50% da capacidade.

Para os próximos dias, está sendo realizada uma readequação nas linhas, sendo assim, serão aumentadas as que são mais utilizadas pelos usuários, fazendo com que o fluxo de veículos atenda melhor à população, principalmente nos horários de pico.

“É uma alternativa que estamos encontrando para que os usuários que utilizam mais o transporte coletivo não fiquem esperando por tanto tempo. Seriam mais ônibus circulando, evitando que os usuários ficassem vulneráveis e expostos a aglomerações”, salientou o secretário Francisco Nunes.

Assim, caso a empresa não cumpra com a frota mínima determinada pelos protocolos da bandeira preta, será multada. O Diário do Transporte aguarda um posicionamento da Sogal sobre o comunicado da Prefeitura.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta