Diário no Sul

Florianópolis (SC) reforça fiscalização de medidas contra covid-19 em terminais de ônibus

Fsicalização na saída Terminal Cidade de Florianópolis. Foto: Divulgação / GMF.

Ações da Secretaria de Segurança Pública também são realizadas nas entradas e saídas da cidade

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Florianópolis, em Santa Catarina, informou em nota que reforçou a fiscalização de medidas contra covid-19 em terminais de ônibus. As ações da Secretaria de Segurança Pública também são realizadas nas entradas e saídas da cidade.

Segundo a Prefeitura, a Guarda Municipal da cidade está posicionada desde as primeiras horas desta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, nas entradas da cidade e nos dois Terminais de passageiros da região Central, de onde partem um grande número de viagens para todas as regiões.

Os agentes estão verificando a higienização, disposição de álcool gel, lotação dos ônibus entre outras ações. Fiscais do Transporte coletivo da Secretaria Municipal de Mobilidade e Planejamento Urbano também estão sendo orientados e participam da fiscalização nos terminais.

A administração municipal também iniciou uma ação conjunta de fiscalização das novas medidas de controle da disseminação do coronavírus.

A força-tarefa é composta pela Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde; Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano; SUSP (Superintendência de Serviços Públicos) e Guarda Municipal, órgãos da Secretaria de Segurança Pública; e Polícia Militar.

Ao todo, são 24 equipes com fiscais da Vigilância Sanitária de Florianópolis e SUSP. As fiscalizações contarão com auxílio da Guarda Municipal e/ou Polícia Militar. Os profissionais vão verificar a aplicação dos protocolos sanitários para todas as atividades com funcionamento limitado conforme decreto publicado pelo Governo do Estado.

“As ações serão intensificadas até domingo, 28, e serão feitas em todas as regiões da Capital. Casas noturnas, Igrejas, terminais de ônibus, shoppings, bares e restaurantes estão na lista de espaços a serem fiscalizados pela força-tarefa. Locais com histórico de descumprimento serão revisitados e caso seja constatada alguma nova irregularidade, além de interdição, serão notificados por processos administrativos que podem resultar em multas, da Vigilância Sanitária, de até R$ 500 mil reais”, detalhou a Prefeitura, em nota.

DECRETO ESTADUAL

Entraram em vigor nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, novas medidas de combate à pandemia do vírus da covid-19 no estado de Santa Catarina, com regras no funcionamento do transporte, rede de ensino, comércio, setor de eventos e bares e restaurantes.

Com o objetivo de diminuir o crescimento da pandemia e dos casos registrados nos municípios catarinenses, o decreto n° 1.168 publicado nessa quarta (24), estendeu o estado de calamidade pública até 30 de junho e deu às prefeituras autonomia para impor regras mais restritivas em relação ao decreto, caso seja necessário.

Com validade de 15 dias, o documento determina que os transportes coletivos municipal, intermunicipal e interestadual ficam limitados a levar em cada viagem até 50% dos passageiros sentados. A determinação é válida para qualquer nível de classificação das cidades.

Entretanto, na manhã desta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, em diferentes cidades, passageiros relataram ônibus lotados.

Relembre:

Transporte deve operar com diminuição da capacidade de passageiros por viagem em Santa Catarina

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta