Rodoviários do transporte coletivo de Campos do Jordão (SP) entram em greve

Trabalhadores protestam pelo pagamento de salários e benefícios em atraso

WILLIAN MOREIRA

Motoristas e cobradores da Viação Na Montanha que opera o transporte coletivo urbano em Campos do Jordão, no interior de São Paulo, iniciaram uma greve nesta quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021, cobrando o pagamento de direitos em atraso.

De acordo com o sindicato destes rodoviários, nenhum veículo saiu da garagem e o motivo da paralisação é o pedido para que sejam pagos os salários em atraso e outros benefícios como o vale-alimentação e as férias vencidas.

A entidade ainda afirma que em 2020 foi assinado um acordo devido a pandemia pelo qual o governo pagaria parte dos direitos trabalhistas e a empresa 30%, mas desde outubro este valor não é pago

A expectativa do movimento é que seja definido um plano para a quitação das pendências e assim encerrar a greve iniciada por tempo indeterminado.

Segundo a CUT São Paulo em suas redes sociais, ainda hoje será realizada uma assembleia com representantes da categoria e empresários para buscar e propor soluções para o problema.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta