ÁUDIO: Com ampliação de leitos, ABC vai pedir a Doria para voltar à fase amarela do Plano São Paulo

Ônibus no Terminal Alvarenga em São Bernardo do Campo; terminais de ônibus podem virar postos de vacinação

Na próxima terça-feira (02), prefeitos da região se reúnem para avaliar dados da covid-19 e formalizar pedido

ADAMO BAZANI

Os prefeitos do ABC Paulista devem pedir à gestão do governador João Doria para que as sete cidades da região voltem à fase amarela do Plano São Paulo.

Para isso, vão apresentar às equipes das áreas de Saúde e Economia de Doria os resultados da ampliação do número de leitos para pacientes de covid-19 na região.

De acordo com o prefeito de Santo André e presidente do Consórcio Intermunicipal ABC, Paulo Serra, na próxima terça-feira, 02 de fevereiro de 2021, todos os prefeitos vão se reunir e avaliar a ocupação geral dos leitos de UTI para covid-19 nas sete cidades e formalizarem o pedido.

Formam o ABC as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Segundo Paulo Serra, o caminho deve ser o diálogo com Doria e uma disputa judicial está neste momento descartada.

“Na terça-feira, nós faremos uma reavaliação porque estamos aumentando o número de leitos de UTI aqui na região e com esse aumento, a gente vai pedir para o governo do Estado, e outras regiões estão fazendo isso, para que nos requalifique na fase amarela, se a gente tiver essa capacidade e essa condição. Senão, é uma luta e uma disputa jurídica que não tem como o município ganhar. Nós temos de trabalhar com a regra do jogo que está imposta” – disse Paulo Serra em transmissão ao vivo em redes sociais na noite desta quarta-feira, 27 de janeiro de 2021.

Ouça:

Desde segunda-feira (25), o Estado de São Paulo está em uma nova classificação do plano de quarentena.

A Grande São Paulo, onde está o ABC, fica na fase laranja de segunda a sexta-feira das 06h às 20h, e passa para fase vermelha das 20h às 06 h. Nos finais de semana, a fase vermelha vigora em período integral.

Na fase vermelha, somente os serviços essenciais, como mercados, farmácias, hospitais, ônibus urbanos e trens podem funcionar.

Paulo Serra também disse que a região está estruturada para uma vacinação em massa.

O Diário do Transporte mostrou nesta semana que o secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Acácio Miranda, disse que os prefeitos da região estudam criar postos de vacinação alternativos, como nos terminais municipais de ônibus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/01/26/audio-terminais-municipais-de-onibus-do-abc-poderao-se-tornar-postos-de-vacinacao-contra-a-covid-19/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Kézia Paiva disse:

    As ruas estão cheias de pessoas de todas as idades sem máscara

    1. Pedro Acácio Neto Junior disse:

      Fique em casa que voce não verá pessoas sem máscaras nas ruas cheias, ora pois!

  2. Sheila Torres Bahia disse:

    Não é ter leito, ter respirador ou oxigênio, São Bernardo não tem médicos, os UPAs estão abandonados, principalmente os da periferia aos quais eles encaminham para outros que tenham médicos.
    Se arrisquem a ficar como Manaus e contribuir cada vez mais para mutações cada vez mais fortes até a hora de vcs terem escolher quem da família receberá oxigênio e quem não receberá.
    Mas continuem sem distanciamento social e higiene que vai dar certo 😉

Deixe uma resposta