Cabo Frio (RJ) volta atrás em exigência de testes de covid-19 para turistas em ônibus

Regra anterior determinava que estes exames fossem apresentados no TOT. Foto: Reprodução / Google Maps.

Obrigatoriedade do exame passa a ser feita somente nas hospedagens

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, voltou atrás na medida que exigia apresentação de teste de coronavírus para turistas que estivessem chegando na cidade por meio de veículos do transporte rodoviário. Em novo decreto publicado nesta quinta-feira, 21 de janeiro de 2021, a recomendação foi alterada, deixando de interferir na operação dos ônibus.

Segundo o Decreto Municipal nº 6.439, houve a “necessidade de adequação do Decreto nº 6.434, de 2 de janeiro de 2021”. Agora, os veículos de turismo que vêm de outros municípios devem apresentar no TOT (Terminal de Ônibus de Turismo) apenas o DAM (Documento de Arrecadação Municipal) e o comprovante de pagamento.

A obrigatoriedade de apresentação do resultado de covid-19, seja teste rápido ou teste tipo SWAB, seja com pesquisa de antígeno ou por RT-PCR, passa a ser apenas no momento da hospedagem do viajante, seja hotel, pousada ou locais semelhantes.

No último dia 11, o Governo Municipal havia determinado o uso destes testes já na chegada dos ônibus de viagem. A medida foi publicada no Diário Oficial.

Relembre:

Cabo Frio (RJ) começa a exigir teste de Covid-19 para turistas que chegam de ônibus

Confira o novo decreto:

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta