Campinas (SP) tem dois acidentes graves envolvendo ônibus nesta quarta (13)

Ônibus intermunicipal colidiu contra a parede de concreto da estação de transferência da Avenida Lix da Cunha. Foto: Redes sociais.

Uma das ocorrências envolveu veículo do Consórcio Bus+ que operava a linha 707 da EMTU

JESSICA MARQUES

A cidade de Campinas, no interior de São Paulo, registrou dois acidentes graves envolvendo ônibus nesta quarta-feira, 13 de janeiro de 2021.

Uma das ocorrências foi registrada no período da tarde, quando um ônibus intermunicipal colidiu contra a parede de concreto da estação de transferência da Avenida Lix da Cunha.

O veículo, do Consórcio Bus+, operava na linha 707 – Hortolândia / Campinas da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

Conforme informado pela empresa ao Diário do Transporte, ao menos 11 pessoas ficaram feridas. O motorista ficou preso nas ferragens e foi removido pelo helicóptero Águia da Polícia Militar. O condutor foi encaminhado ao Hospital de Clínicas da Unicamp.

Ao todo, seis viaturas do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para atender a ocorrência, conforme informado pela corporação.

O SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) informou que abriu sindicância interna e a primeira informação é de um mal súbito.

RODOVIÁRIA

Pela manhã, também nesta quarta, um ônibus da empresa RodeRotas invadiu a plataforma de passageiros e deixou um ferido no Terminal Rodoviário Ramos de Azevedo.

O veículo operava em uma linha interestadual. O ferido foi socorrido com ferimentos leves. A estrutura da plataforma, na rodoviária, foi danificada.

Confira as imagens da ocorrência:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Diego Rodrigues Santos disse:

    Sabe qual é o maior problemas de todas as linhas de bairro centro e de centro bairro as empresas pressionam os motorista a fazer trajetos longos em curtos tempo e assim os motorista sofrem muito com pressão e psicológico e também diminuem os ônibus das linhas tornando mais cansativos ainda pros motorista alguma autoridade teriam que ver isso que ta ficando sério e vai acontecer muitos acidentes essa é minha opinião

Deixe uma resposta