BRT Rio reabre estação Pinto Teles

Local estava vandalizado e passou por revitalização. Foto: Divulgação / BRT Rio.

Estrutura foi fechada em março de 2020 por conta da pandemia de Covid-19

JESSICA MARQUES

O BRT Rio reabriu a estação Pinto Teles, no corredor Transcarioca, nesta segunda-feira, 04 de janeiro de 2021. A estrutura foi fechada em março de 2020 por conta da pandemia de Covid-19. Neste período, foi vandalizada e precisou passar por revitalização.

Além disso, o módulo Expresso da estação Bosque Marapendi, no corredor Transoeste, também passou por melhorias, segundo o BRT Rio. As ações são as primeiras do consórcio em conjunto com a nova gestão da Secretaria Municipal de Transportes.

Ainda segundo o BRT Rio, a estação Pinto Teles foi entregue aos passageiros com nova pintura, iluminação interna com luminárias de LED e externa, com refletores, bilheteria reformada, vidros instalados e nova programação visual.

Por sua vez, no módulo da Bosque Marapendi, que havia passado por reparos em junho de 2020, foi feita uma revisão nos equipamentos, na porta de rolagem e limpeza geral do espaço.

“Apesar da grave situação financeira – entre março e dezembro a empresa teve perdas de receita de R$ 180 milhões, o BRT Rio está trabalhando para reabrir nas próximas semanas outras quatro estações: André Rocha, General Olímpio, Nova Barra e Praça do Bandolim, além do módulo Expresso da estação Tanque”, informou o consórcio.

Confira abaixo a lista de ações do BRT Rio para recuperar e reformar as estações:

Estações reformadas
Terminal Campo Grande
Santa Eugênia
Novo Leblon
Paulo Malta Rezende
Bosque Marapendi (Parador e Expresso)
Afrânio Costa
Riviera
Ricardo Marinho
Vaz Lobo
Parque das Rosas
Campinho
BarraShopping (Parador)
Mercadão
Via Parque
Bosque da Barra
Lourenço Jorge
Aeroporto Jacarepaguá
Vila Kosmos
Curicica
Interlagos
Pinto Teles

Estações recuperadas
Rede Sarah
Santa Luzia
Vila Queiroz
Otaviano

Estações com melhorias na Iluminação
Centro Metropolitano
Rio 2
Penha 1
Penha 2
Parque Olímpico

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Fabio Almeida disse:

    Aposto que em menos de 6 meses essa estação estará vandalizada de novo

Deixe uma resposta para Fabio Almeida Cancelar resposta