Florianópolis (SC) terá tarifa do transporte coletivo 20 centavos mais cara a partir de 1º de janeiro

Ônibus do sistema urbano de Florianópolis

Empresas de ônibus queriam reajuste quase três vezes maior do que foi concedido

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Florianópolis informou na tarde desta terça-feira que a tarifa do transporte público aumentará dos atuais R$ 4,18 para R$ 4,38, isso para quem paga no Cartão Passe Rápido. Para quem paga em dinheiro, direto na catraca, a tarifa sobre de R$ 4,25 para R$ 4,50.

Esse reajuste representa 4,78% de acréscimo, bem inferior ao índice de 12,44% solicitado pelas empresas de ônibus que operam na cidade e integram o Consórcio Fênix.

A prefeitura havia anunciado em dezembro de 2019 uma redução na tarifa de 15 centavos para pagamento em dinheiro. Isso derrubou o valor, que era de R$ 4,40 para R$ 4,25. A tarifa no cartão continuou em R$ 4,18.

Na época, a prefeitura justificou a redução para estimular o uso do ônibus, e reduzir o número de automóveis nas ruas da capital catarinense. Relembre: Ônibus em Florianópolis tem tarifa reduzida para R$ 4,25 em dinheiro

Veja como ficou a tabela de novos valores, a contar a partir de 1º de janeiro (sexta-feira)

Cartão urbano – R$ 4,38

Cartão social – R$ 2,56

Cartão social especial – R$ 2,56

Dinheiro (urbano) – R$ 4,50

Dinheiro (tarifa social) – R$ 3,25

Estudantes (tarifa urbana) – R$ 2,19

Estudantes (tarifa social) – R$ 1,28

Linha curta (transporte diferenciado ou executivo) – R$ 8,00

Linha longa (transporte diferenciado ou executivo) – R$ 11,00

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta