DF chega a 135,2 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus

Exclusividade é para horários de pico. Foto: Divulgação / Agência Brasília.

Sistema de circulação prioritária funciona na EPTG, na EPNB, na W3 Sul e Norte e no Setor Policial

JESSICA MARQUES

O Distrito Federal chegou neste ano a 35,2 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus. O sistema de circulação prioritária funciona na EPTG, na EPNB, na W3 Sul e Norte e no Setor Policial.

Recentemente, foi colocado em operação o conjunto de faixas exclusivas para ônibus, táxis e veículos do transporte escolar no Eixo Monumental.

Neste caso, as vias contemplam as vias S1, sentido Cruzeiro-Esplanada dos Ministérios, e N1, sentido Congresso Nacional-Setor Militar Urbano. Segundo o governo do DF, o objetivo é dar fluidez ao transporte coletivo nos horários de pico da vias.

Relembre:

Eixo Monumental, no Distrito Federal, ganha faixa exclusiva para ônibus

ABRIGOS

Ao longo de 2020, a Semob-DF (Secretaria de Transporte e Mobilidade) instalou 116 novos abrigos para passageiros de ônibus em 17 regiões administrativas.

Em agosto, foi licitada a implantação de 425 novos abrigos, a reforma de 650 e a substituição de 100. As obras terão início a partir de 2021, segundo o governo.

CICLOFAIXAS

O Governo do DF também divulgou um balanço dos investimentos em ciclovias e ciclofaixas. Em 18 meses, foram construídos 87,35 quilômetros.

“Desde o início desta gestão, o conjunto de pistas exclusivas para bicicletas, skates e outros meios de locomoção não motorizados teve um aumento de 20% em sua extensão, saltando de 466,6 quilômetros, no final de 2018, para 553,95 quilômetros em julho de 2020. Esse número deixa o Distrito Federal em primeiro lugar no país com mais acessos ao trânsito de ciclistas”, informou o governo, em nota.

BALANÇO

Além disso, o governo também divulgou o balanço anual de ações para o transporte coletivo de 2020. Confira:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Luis Marcello Gallo disse:

    “O Distrito Federal chegou neste ano a 35,2 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus. O sistema de circulação prioritária funciona na EPTG, na EPNB, na W3 Sul e Norte e no Setor Policial.”. Afinal de contas, a distância total é de 35,2 km (como afirmado no texto) ou 135,2 km (como marcado no título?

Deixe uma resposta