Agência do governo da Bahia vai fiscalizar o transporte rodoviário no final do ano

Foto: Carlos Henrique Almeida / Agerba

Operação da Agerba se inicia no domingo (20) e seguirá até a primeira semana de janeiro

WILLIAN MOREIRA

A Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia) realizará entre 20 de dezembro de 2020 e 4 de janeiro de 2021, uma operação de fiscalização ao setor de transporte.

As ações acontecerão nos sistemas rodoviários, hidroviários e estradas verificando se as medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus no período das festividades de fim de ano estão sendo seguidas.

Além disto, o transporte clandestino, como os chamados “ligeirinhos” e as lotações, serão combatidos.

A Polícia Rodoviária Estadual e a Polícia Federal vão realizar blitze em estradas ao longo da Bahia, exigindo nas abordagens a apresentação de documentos e licenças necessárias para a prestação do transporte.

Nas rodovias, a Concessionária Bahia Norte vai colocar em funcionamento um esquema especial entre 23 de dezembro e 4 de janeiro de 2021 esperando receber um fluxo de aproximadamente 820 mil veículos no Sistema BA-093. Já na área da Concessionária Litoral Norte, a estimativa é atender outros 430 mil veículos pela BA-099.

No transporte rodoviário, devido à queda de 60% na demanda ao longo da pandemia, horários extras como implantados em anos anteriores não serão necessários, mas a Agerba pede que os passageiros procurem comprar com antecedência suas passagens.

Para o sistema de travessias por lanchas entre Salvador e Vera Cruz, além dos horários regulares, viagens adicionais serão feitas sempre que for constatado a necessidade quanto a demanda. Mesma ação a ser executada no Sistema de Ferry-Boat entre Salvador e Itaparica, com a demanda que deve aumentar entre 23 de dezembro e 6 de janeiro.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta