Empresas de ônibus oferecem a Doria transporte gratuito de vacinas contra a Covid-19

Parte dos bagageiros de ônibus anda com espaço de sobra

Abrangência de linhas que cobrem todas as cidades do Estado de São Paulo pode ajudar na distribuição, diz Setpesp, que representa as viações

ADAMO BAZANI

As empresas de ônibus do Estado de São Paulo ofereceram ao governador João Doria a possibilidade de transportarem gratuitamente as caixas refrigeradas com a vacina contra a Covid-19.

Em ofício encaminhado nesta quinta-feira, 17 de dezembro de 2020, à secretaria de Governo, o presidente do Setpesp (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros), Gentil Zanovello Affonso, disse que as viações podem ajudar devido à abrangência das linhas que cobrem todos os 645 municípios do Estado de São Paulo.

O Setpesp representa as empresas que operam os serviços rodoviários e suburbanos regulamentados pela Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

A proposta é integrar o transporte aéreo e de cargas terrestre com os ônibus que poderiam ajudar na distribuição das vacinas.

Além disso, na maior parte das viagens pelo Estado, os bagageiros de ônibus são subutilizados e diversas viações não operam somente coletivos de passageiros, mas também têm empresas de logística especializadas em entregas de pequeno e médio volumes.

O Governo do Estado de São Paulo ainda não respondeu às empresas.

O governador João Doria anunciou o início do plano de vacinação no Estado de São Paulo para 25 de janeiro de 2021, mas a data pode mudar de acordo com a aprovação da vacina CovonaVac pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

No próximo dia 23 de dezembro de 2020, o Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac vai enviar o pedido de registro definitivo da vacina na Anvisa.

Nesta quarta-feira (16), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, apresentou o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19  não descartou o início das imunizações antes de 25 de janeiro.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta