Grupo Leblon recebe recertificações ISO de qualidade e meio ambiente

Diretoria do Grupo Leblon Transporte e coordenadores logo após o resultado final das recertificações

Para uma empresa obter e manter a ISO9001/2015 e a ISO14001/2015 deve seguir normas internacionais

ADAMO BAZANI

O Grupo Leblon Transporte de Passageiros obteve na última quinta-feira, 10 de dezembro de 2020, as recertificações ISO9001/2015 (qualidade) e ISO14001/2015 (meio ambiente), após a realização de auditoria realizada por empresa externa creditada pelos órgãos certificadores oficiais.

Todos os processos internos de trabalho, organização das atividades realizadas pela Leblon Transporte e Viação Nobel, atendimento ao público e ações permanentes de respeito ao meio ambiente foram avaliados.

Segundo a Leblon, em nota, as recertificações são garantias a mais à comunidade da atuação de empresas que seguem normas internacionais de qualidade e relação com o ambiente que são adotas pelas autoridades brasileiras.

Atualmente, as ISOs são exigências, inclusive, em licitações de transporte de diversos sistemas no País para participação nas concorrências.

O coordenador de qualidade Renan Jaci Nogueira, explica que as recertificações são duram três anos, mas que anualmente são realizadas auditorias para a manutenção das ISOs.

“Dentro da recertificação, há um ciclo de manutenção do certificado. Fomos recertificados e agora, todo o ano, haverá uma auditoria para ver se continuamos cumprindo todas as normas e os requisitos da ISO” – explicou.

O Grupo Leblon diz que já foi aprovado em diversos processos de manutenção e recertificação das ISOs.

Isso porque, a Leblon conseguiu a ISO 9001 pela primeira vez em 1997, sendo a primeira empresa de ônibus urbanos e metropolitanos do estado do Paraná com esta certificação.

Já a primeira vez que a empresa obteve a ISO 14001 foi em 2008.

“Essa é mais uma conquista da comunidade de Fazenda Rio Grande e adjacências e de todos os nossos colaboradores que diariamente trabalham para servir com excelência à Excelência” – disse o diretor-presidente do Grupo Leblon, Haroldo Isaak, na nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta