ViaQuatro e ViaMobilidade realizam campanha de arrecadação de brinquedos 

Caixa coletoras estão disponíveis nas 27 estações das linhas 4-Amarela e 5-Lilás com os personagens de DC Super Hero Girls e Os Jovens Titãs em Ação. Foto: Divulgação.

Ação, em parceria com Cartoon Network, vai até segunda (14)

JESSICA MARQUES

A ViaQuatro e a ViaMobilidade estão realizando uma campanha de arrecadação de brinquedos . A ação, em parceria com o Cartoon Network, vai até segunda-feira, 14 de dezembro de 2020.

Até lá, caixas coletoras estão disponíveis nas 27 estações das linhas 4-Amarela e 5-Lilás, com os personagens de DC Super Hero Girls e Os Jovens Titãs em Ação.

O objetivo é arrecadar brinquedos para doação neste Natal. A ViaQuatro e a ViaMobilidade são as concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô de São Paulo, respectivamente. O Cartoon Network é um canal voltado a crianças (4-11) na TV por assinatura.

Com o mote “Compartilhar é unir forças”, a iniciativa abrange as 27 estações das linhas e conta com caixas coletoras com os personagens do Cartoon Network estrategicamente instaladas pelas estações, próximas às linhas de bloqueio, para que todos possam fazer sua doação.

As concessionárias reforçam que é necessário que os brinquedos doados estejam em boas condições de uso.

Para engajar o público nesta ação, os personagens de DC Super Hero Girls e Os Jovens Titãs em Ação estão também em painéis e vídeos espalhados pelas plataformas, além dos monitores dos trens, enquanto colaboradores das concessionárias centralizarão os processos do recolhimento, triagem, armazenamento e empacotamento dos brinquedos doados.

“Os itens arrecadados serão encaminhados a organizações sociais que atendem a população em situação de vulnerabilidade social da cidade de São Paulo. Em 2020, a campanha Natal Solidário chega à sua quinta edição com um histórico bem-sucedido de apoio a diversas ONG’s da capital paulista”, informaram as concessionárias, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta