Crescimento do agronegócio e necessidade de distanciamento fazem Sertran ampliar frota de ônibus de fretamento

Ônibus possuem carroceria Marcopolo

Recentemente empresa comprou onze unidades dos Volksbus 17.230 ODS e já ampliou em 20% os contratos

ADAMO BAZANI

Se a maior parte das atividades econômicas está sendo abalada pela crise gerada pela pandemia de Covid-19, há setores e empresas que conseguem ir na contramão do quadro atual e estão em um bom momento.

É o caso de segmentos da agroindústria, como o sucroalcooleiro, que registra alta da demanda e impacta positivamente a cadeia de produção e prestação de serviços, entre os quais, de transporte de trabalhadores.

Em nota, a fabricante de ônibus e caminhões Volkswagen relatou nesta quarta-feira, 09 de dezembro de 2020, o caso da empresa de fretamento Sertran Transportes, que recentemente viu seus contratos sendo ampliados em 20%, criando a necessidade de compra de mais ônibus.

A montadora entregou onze unidades do modelo dos Volksbus 17.230 ODS, de motor dianteiro, ar-condicionado e suspensão pneumática.

Na nota, o superintendente da empresa de fretamento, Mauro Picinato, calcula que a Sertran Transportes atende a 13% do segmento sucroenergético para o transporte de pessoas, com presença nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, e Tocantins. A empresa atua em outros setores da agroindústria, com destaque para o setor de papel e celulose.

“Com a alta demanda mundial de alimentos e levando em consideração a vocação do Brasil para o setor agro, tem havido uma crescente demanda de transporte de pessoas, o que tem contribuído para a expansão de nossos serviços e consequente crescimento de nossa frota”, disse Picinato.

Além da demanda maior de serviços, outro aspecto trazido pela pandemia tem impactado positivamente a cadeia produtiva do segmento de fretamento: por causa da necessidade de distanciamento social, como a ocupação de 50% nos ônibus, estão sendo usados mais coletivos para a mesma quantidade de trabalhadores.

CONDIÇÕES OPERACIONAIS:

Na nota Volkswagen, o superintendente da empresa explicou ainda que uma parcela das operações da Sertran ocorre em áreas de tráfego severo como regiões de produção agrícolas e de cultivo e extração de eucaliptos para indústria de papel e celulose.

Na mesma nota, o gerente executivo de Vendas de Ônibus da VW Caminhões e Ônibus, Jorge Carrer, destacou, além das características dos veículos, o pós-venda com rede de autorizadas espalhadas em diversos pontos.

“Os ônibus VW são aliados do operador em todas as condições de rodagem, tanto no campo quanto na cidade. E isso é possível graças à combinação de robustez dos veículos da marca aos cuidados, tanto na venda quanto no pós-venda, com uma rede capilarizada, com excelência no atendimento”, disse

O Volksbus 17.230 ODS possui motorização MAN D08 e tem sistema EGR de tratamento de emissões, dispensando assim o uso de Arla 32.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta