Campo Grande (MS) limita em 70% capacidade máxima no transporte coletivo

A gratuidade para idosos e estudantes será suspensa. Foto: Carlos Henrique/Ônibus Brasil

Medida faz parte das novas ações de enfrentamento à Covid-19 adotadas pelo município

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, divulgou nesta sexta-feira, 04 de dezembro de 2020, as novas medidas de combate ao coronavírus. Com isso, foi limitada em 70% a capacidade máxima de passageiros no transporte coletivo.

Além disso, foi definindo um toque de recolher na parte noturna, entre 22h às 5h a partir da próxima segunda (07), quando o decreto entra em vigor.

Depois de uma reunião do prefeito Marquinho Trad com alguns secretários, dentre eles o da área da Saúde, foi apontado um crescimento na ocupação de leitos hospitalares, com 357 dos 395 totais ocupados por casos de Covid-19 e de outras doenças.

O comércio passará a ter o limite de 40% da capacidade como limite máximo e um toque de recolher será colocado em prática.

Por esses motivos e para tirar o incentivo de deslocamentos desnecessários, a gratuidade no transporte coletivo urbano para idosos e estudantes será suspensa e o limite máximo permitido de passageiros transportados por coletivo será de 70% e o funcionamento será das 5h até às 23h.

Foi determinado para a Agência Municipal de Transporte e Trânsito intensificar as ações de fiscalização.

Veja abaixo o decreto na íntegra:

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta