Covid-19: Santa Catarina decreta toque de recolher na madrugada e limita lotação em 70% nos ônibus

Governador Carlos Moisés em reunião virtual com prefeitos. Foto: Mauricio Vieira / Secom

Medidas visam conter avanço da doença. Mais de 90% dos leitos estão ocupados em média

ADAMO BAZANI

Diante do avanço dos casos de Covid-19 em Santa Catarina, após se reunir com os prefeitos das 21 maiores cidades, o governador Carlos Moisés anunciou nesta quarta-feira, 02 de dezembro de 2020, medidas mais severas de restrição.

Com exceção de funcionários de setores essenciais unicamente em deslocamento em razão de trabalho ou emergências de saúde, ninguém poderá circular na madrugada.

O novo decreto deverá ser publicado em até 48 horas e valerá por 15 dias.

Os ônibus vão continuar operando, mas limitados uma ocupação máxima de 70% da capacidade.

Segundo nota do Governo do Estado, também será tornado obrigatório o uso da máscara em todos os ambientes, com exceção dos espaços domiciliares.

Estabelecimentos comerciais deverão fechar as portas até às 23h, com a possibilidade de atender os clientes que já se encontrarem no recinto até meia-noite.

“Essas medidas têm a intenção de mostrar para a sociedade que estamos em um momento de agravamento do risco. Tomamos a decisão com base em um amplo diálogo com os prefeitos. Tivemos uma reunião extremamente produtiva e definimos ações conjuntas, que valem para todo o Estado e pretendem frear o avanço da doença”, afirmou o governador em nota.

ESTADO EM ALERTA GRAVÍSSIMO:

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou a nova classificação da Matriz de Risco, que coloca 15 das 16 regiões de saúde em alerta gravíssimo. Apenas o Extremo Oeste segue em nível grave. Em relação à última semana, subiram de nível as regiões do Alto Uruguai e Foz do Rio Itajaí. A taxa de transmissibilidade apresenta-se como gravíssima em 14 regiões.

“Ainda de acordo com a Matriz, apenas as regiões do Planalto Norte e Extremos Oeste não tiveram um aumento no número de óbitos. No índice de capacidade de atenção, que mede a taxa de ocupação de UTIs, vale destacar a elevação da região da Foz do Rio Itajaí, que na última semana estava como moderado (cor azul) e agora encontra-se no nível gravíssimo (cor vermelha).” – diz nota do governo estadual.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta