Metrô de São Paulo lança campanha para auxiliar vítimas de violência doméstica

Movimentação de passageiros na estação Vila Prudente da Linha 2-Verde. Foto: Diário do Transporte.

Mulheres contarão com a estrutura da companhia à disposição para orientações e denúncias

WILLIAN MOREIRA

O Metrô de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 25 de novembro de 2020, a campanha “Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica”. O lançamento foi realizado na estação Santa Cecília da Linha 3-Vermelha às 10h.

A data para a divulgação da campanha foi escolhida por ser o “Dia Internacional da Luta Contra a Violência à Mulher”. Com a novidade, o Metrô passa a receber e atender mulheres tenham sofrido algum tipo de violência, não só no sistema, mas também dentro de casa.

Assim, a vítima pode comparecer em uma das 62 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata para comunicar casos de violência.

A comunicação pode ser feita inclusive de maneira discreta, mostrando um X desenhado na mão, para transmitir assim um pedido de ajuda.

Para o mês de dezembro, a companhia projeta instalar um Posto Avançado de Atendimento à Mulher, também na estação Santa Cecília.

O Metrô ressalta que ao todo possui 1.200 agentes de segurança capacitados para esse tipo de atendimento, além de parcerias com delegacias especializadas para o encaminhamento de vítimas.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta