Após proposta da prefeitura, greve de ônibus em Teresina será suspensa

Ônibus devem voltar ao normal nesta sexta-feira (06)

Serviços devem ser normalizados a partir desta sexta-feira (06)

ADAMO BAZANI

A partir desta sexta-feira, 06 de novembro de 2020, os ônibus em Teresina devem voltar a operar de acordo com as escalas habituais.

Motoristas, cobradores e demais funcionários decidiram suspender a greve, que teve início em 28 de outubro, após aceitarem a proposta elaborada pela prefeitura que se comprometeu a pagar o vale-alimentação e o plano de Saúde da categoria, de acordo com o Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Público).

Segundo a entidade trabalhista à imprensa da região, a prefeitura vai custear estes benefícios no período de outubro de 2020 a janeiro de 2021.

As empresas de ônibus alegam falta de recursos e que perderam passageiros com a pandemia de Covid-19.

O caso chegou a parar na Justiça.

No dia 13 de outubro de 2020, o juiz Carlos Wagner Araújo Nery da Cruz, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), atendeu ação do sindicato dos trabalhadores determinando ticket alimentação R$ 584,89 para motoristas, R$ 465,56 para os cobradores, fiscais e despachantes; e R$ 373,64 para os demais trabalhadores.

Ainda de acordo com a determinação, o plano de saúde teria 60% de custeio por parte das empresas e 40% dos trabalhadores.

Entretanto, as viações conseguiram derrubar a liminar.

Ainda não está resolvido o impasse sobre o dissídio coletivo e, se não houver acordo, novas paralisações podem ocorrer.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta