Greve de ônibus da GIL atinge Juiz de Fora nesta sexta-feira (30)

Ônibus da GIL em Juiz de Fora (Foto; Ilustrativa)

Trabalhadores reclamam de atrasos constantes de salários e benefícios

ADAMO BAZANI

Mais uma vez, passageiros da GIL (Goretti Irmãos Ltda) enfrentam uma greve de ônibus.

Funcionários da empresa cruzaram os braços na manhã desta sexta-feira, 30 de outubro de 2020, alegando atrasos nos pagamentos de salários e benefícios.

Os atrasos estão ocorrendo com constância desde março, quando a situação financeira da empresa começou a se agravar por causa dos efeitos econômicos da pandemia de Covid-19.

As linhas da Ansal, Tusmil e São Francisco operam normalmente até o momento.

Como mostrou o Diário do Transporte em 10 de outubro de 2020, a prefeitura de Juiz de Fora determinou a transferência de linhas de ônibus do transporte coletivo público operadas pela Goretti Irmãos Ltda (GIL) para o Transporte Urbano São Miguel Ltda (Tusmil).

De ordem da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), o ato teria prazo temporário de 30 dias.

As duas empresas fazem parte do Consórcio Manchester.

O motivo, segundo publicação oficial no dia, é a incapacidade de cumprimento operacional da sociedade empresária Goretti Irmãos Ltda.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/10/10/prefeitura-de-juiz-de-fora-determina-transferencia-de-linhas-do-transporte-coletivo-da-gil-para-a-tusmil/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta