Marcopolo exporta mais de 700 ônibus com BioSafe, para evitar contaminação por Covid-19

Publicado em: 13 de outubro de 2020

Próximo embarque será para os Emirados Árabes Unidos. Foto: Divulgação / Marcopolo.

Exportações foram feitas para América Latina, África e Oriente Médio

JESSICA MARQUES

A Marcopolo, fabricante de carrocerias de ônibus no Brasil, informou que exportou 734 ônibus com BioSafe, conjunto de soluções lançadas pela companhia em junho, para evitar contaminações por vírus e bactérias, em resposta à pandemia de Covid-19.

As exportações abrangem países na América Latina, como Peru, Argentina e Chile, e na África, como Angola e Gana.

Segundo a empresa, ao todo foram 1.500 veículos produzidos com pelo menos um item da plataforma Marcopolo BioSafe.

Deste total, mais de 700 foram vendidos para outro país. No primeiro semestre deste ano, a companhia exportou 675 unidades.

Ainda segundo a Marcopolo, o próximo embarque, que ocorrerá em outubro, consiste em 29 ônibus adquiridos pela Al Mariah Transport, por meio da Bin Brook Motors & Equipment LLC, concessionário Scania em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Os veículos têm dispenser de álcool gel e proteção de vidro para isolar o motorista. Essa será a primeira exportação de veículos BioSafe para o Oriente Médio.

“O avanço da atuação internacional da Marcopolo é resultado de uma estratégia consistente de aproximação com novos mercados, por meio das unidades de negócios ao redor do mundo, com foco na diversificação das praças de atuação, aproveitando a amplitude do portfólio da companhia para atender às necessidades de cada país”, afirmou o diretor de Estratégia e Negócios Internacionais da Marcopolo, André Vidal Armaganijan, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta