Setor de transporte perde mais de 63 mil postos de trabalho de janeiro a agosto de 2020

Publicado em: 7 de outubro de 2020

RJ, SP e RS são estados com mais perdas de vagas. Foto: TV Globo/Reprodução.

Levantamento foi divulgado pela CNT

JESSICA MARQUES

O setor de transporte no Brasil perdeu 63.762 postos de trabalho de janeiro a agosto de 2020. O balanço é resultado da crise no setor, gerada pela pandemia de Covid-19.

Os números foram divulgados pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) nesta semana. O levantamento considera informações do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

De acordo com os dados, nos oito primeiros meses de 2020 foram realizadas 412.462 demissões. Por sua vez, foram 348.700 contratações, o que resulta na perda de mais de 63 mil postos de trabalho.

No Rio de Janeiro, a perda chegou a 14.817 postos. Por sua vez, em São Paulo, foram 12.779 vagas fechadas. Em terceiro lugar está o Rio Grande do Sul, com 6.408 postos de trabalho a menos.

Confira os detalhes por região:

Considerando todos os setores, o saldo do Brasil foi de 849.387 postos de trabalho perdidos neste período. Neste caso, porém, o estado de São Paulo está com os piores números.

Confira:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta