Prefeitura de Manaus investe R$ 6,2 milhões na reforma de 16 plataformas de ônibus

Publicado em: 1 de outubro de 2020

Obras estão sob a coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), com acompanhamento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). Foto: Marinho Ramos / Semcom.

Construtora Rio Negro foi vencedora de licitação para executar as obras

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Manaus, no Amazonas, vai investir R$ 6,2 milhões na reforma de 16 plataformas de ônibus. As obras serão executadas pela vencedora do processo licitatório, a construtora Rio Negro.

As obras estão sob a coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), com acompanhamento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

As reformas serão realizadas ao longo das avenidas Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira. As obras seguirão o padrão arquitetônico da estação do complexo viário Ministro Roberto Campos, segundo a Prefeitura.

“O projeto arquitetônico das plataformas seguirá o padrão das quatro estações de transferência, sendo três em construção e uma que já foi entregue, a do São Jorge. Os espaços contarão com estrutura e laje em concreto, com cobertura em telha metálica e pilares em ACM (Material de Alumínio Composto) e piso em concreto com revestimento em granilite, além de acessibilidade, como sistema de sinalização em braile, piso tátil, rampas de acesso, entre outros.”

As reformas das 16 plataformas complementam o pacote de obras realizado pela Prefeitura de Manaus na mobilidade urbana da cidade. Entre elas estão os complexos viários Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery, e o Professora Isabel Victoria, no Manoa. Ambos contemplam novas estações de transferência, a construção das estações Max Teixeira, Arena e Santos Dumont, além das obras nos Terminais 1 e 6, no Lago Azul, zona Norte, e reformas dos Terminais 3 e 4, previstas para serem entregues até o final deste ano.

FAIXA AZUL LIBERADA PARA TRÁFEGO DE VEÍCULOS

Com o início das obras das estações de embarque e desembarque de passageiros do transporte público, a faixa exclusiva de ônibus da avenida Constantino Nery, conhecida como “Faixa Azul”, fica liberada para o tráfego de todos os veículos, a partir desta quinta-feira, 1º de outubro de 2020.

“Alertamos aos condutores atenção redobrada, ao circularem pela Constantino Nery, durante o período de obras das plataformas. O transtorno é temporário, mas o investimento em mobilidade urbana realizado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto será permanente e vai beneficiar todos os moradores da cidade”, informou o diretor-presidente do IMMU, Francisco Bezerra.

Os motoristas também devem ficar atentos, porque em alguns trechos da Constantino Nery haverá tapumes no canteiro central da avenida, para isolar as paradas em reforma, resultando em estreitamento da via. Os trechos em obras estarão sinalizados, inclusive à noite, com avisos luminosos. Segundo a Prefeitura, agentes de trânsito do IMMU farão monitoramento do tráfego dos veículos.

“As 16 linhas de ônibus que percorrem as plataformas em obras vão parar em pontos no lado direito da avenida Constantino Nery, na mesma direção das paradas do canteiro central. Fiscais de transportes do IMMU estarão no local, para orientar os passageiros sobre a mudança temporária das paradas. Críticas ou sugestões sobre o atendimento dos ônibus podem ser enviadas ao WhatsApp do Serviço de Atendimento à Comunidade (SAC): 8802-3504.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta