Em nova fase de flexibilização, Rio de Janeiro libera casas de show, música ao vivo em bares e cinema com pipoca

Publicado em: 1 de outubro de 2020

Cinemas e teatros, que estavam autorizados a reabrir com 50% da capacidade desde 14 de setembro, passam, a partir desta quinta, a poder vender comida e bebida aos clientes. Foto: Divulgação / Cinemark.

Aulas de hidroginástica, batizados e casamentos também foram autorizados

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta quinta-feira, 1º de outubro de 2020, o início da chamada fase 6B de retomada das atividades na cidade. Todas devem respeitar regras estipuladas pelo município.

Assim, casas de show voltam a ter autorização para funcionar, desde que com lugar marcado, venda de ingressos pela internet e limitação de 50% da capacidade e público. A música ao vivo passa a ser liberada em bares e restaurantes, mas sem pistas de dança (boates ainda não têm permissão de funcionar).

Por sua vez, cinemas e teatros, que estavam autorizados a reabrir com 50% da capacidade desde 14 de setembro, passam, a partir desta quinta, a poder vender comida e bebida aos clientes. É a volta da pipoca nas sessões, como reivindicavam os empresários do setor.

Lonas culturais, arenas e circos também podem reabrir. Em todos esses casos, a Prefeitura reforça que é indispensável que sejam seguidas as regras de ouro, com uso de máscara e higienização constante das mãos, e cumpridas as determinações legais para evitar aglomerações.

Eventos como casamentos, batizados e cerimônias diversas também podem voltar a ser realizados, mas com restrição na quantidade de público, limitada a um terço da capacidade. O mesmo vale para casas de festas infantis.

Segundo a Prefeitura, estão liberados eventos de entretenimento em espaço aberto e fechado, exceto rodas de samba e atividades em quadras de escolas de samba. Feiras de arte e artesanato também podem voltar a ocorrer. Idem para os food park, que reúnem food trucks em eventos de gastronomia.

Nos clubes e academias, as aulas de hidroginástica estão permitidas, mas com limite de 50% da capacidade de público.

Confira em detalhes as novidades, por setor:

LANCHONETES BARES E RESTAURANTES

Música ao vivo permitida, proibido pista e espaço de dança.

AMBULANTES EM LOGRADOUROS

Permitidos ambulantes de parques e praças e mercados populares, mantendo-se o distanciamento de 2 metros entre os equipamentos/barracas.

SALÕES DE BELEZA, TATUAGEM E ESTÉTICA

Permitido serviço de alimentação ao cliente e sala de espera.

ESPORTE E ACADEMIA

Aulas de hidroginástica abertas com 50% da capacidade. Vedado o compartilhamento de objetos.

CULTURA

Museus, galerias de exposição, bibliotecas, lonas, arenas, circos e feiras culturais permitidos, respeitando a regra de 4m² por pessoa.

Eventos culturais em espaços abertos permitidos. Delimitar área para o evento com 50% de lotação. Fazer controle de acesso, com reserva de lugar numerado. Respeitando a taxa de ocupação de 4 m²/pessoa.

Feirartes e feiras de artesanato permitidas. Permitido a comercialização de alimentos e bebidas industrializadas em embalagem original. Vedado manipulação de alimentos e bebidas.

LAZER E EVENTOS

Eventos de entretenimento e lazer em espaços abertos e fechados permitidos, exceto boates, rodas de samba e quadras de escolas de samba.

Food park abertos sem ultrapassar a regra de 4m² por pessoa, permitido a comercialização e manipulação de alimentos e bebidas. Permitido música ao vivo, vedado pista e espaço de dança.

Casas de show somente com reserva de lugar numerado.

Eventos em ambientes abertos (praças, parques, praias e afins) autorizados, mas desde que delimitada área para o evento, com 50% de lotação, e com controle de acesso, lugar numerado e reserva antecipada.

Eventos sociais (exemplos: casamentos, bodas, aniversários, formaturas, confraternizações, coquetéis, inaugurações, lançamentos, cerimônias oficiais e diplomáticas e casas de festas infantil) permitidos com 1/3 da capacidade. Vedado self service e o compartilhamento de objetos. Música ao vivo liberada, proibido pista e espaço de dança.

Feiras de negócios e exposições abertas, com limite de 1/3 da capacidade.

EDUCAÇÃO

Escolas privadas abertas de forma voluntária, e respeitando as regras de ouro para distanciamento social

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta