Secretário de Transportes do Pará é preso em operação da PF

Publicado em: 29 de setembro de 2020

PF cumpre mandados no Gabinete de Barbalho. Foto: Divulgação Polícia Federal

Órgão investiga supostos desvios de verba na área da saúde. Outros membros da cúpula da gestão de Helder Barbalho também foram presos

WILLIAN MOREIRA

A gestão do governador do Pará Helder Barbalho é alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga supostos desvios de dinheiro público na área da saúde.

Entre os presos pela PF, está o secretário de Transportes, Antônio de Pádua.

Além dele, foram detidos também o assessor de gabinete, Leonardo Maia Nascimento, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Parfisal de Jesus Pontes.

De acordo com a PF, 12 contratos firmados entre o governo paraense e organizações sociais que administram hospitais públicos e de campanha criados durante a pandemia do coronavírus, são investigados. O valor destes contratos chega a R$ 1,2 bilhão.

Os crimes investigados pela Polícia são de falsidade ideológica, fraude de licitações, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato.

A operação tem desdobramentos em Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

Em nota para a imprensa, o Governo do Estado do Pará disse que “apoia qualquer investigação que busque proteger o dinheiro público.”

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. carlos souza disse:

    Tambem,filho de ladrão…É a falência moral do país.

  2. UNIVERSIDADE DO CRIME, Brasil contaminado, e povo morrendo em macas sem sequer colchonete, sem cobertor de amparo, filas eternas ne previdencia, e peritos frescos com medo de trabalhar, como se não conhecessem aparatos de prevenção e segurança…governos, prefeitos, vereadores, rindo da desgraça alheia, na beira da piscina em mansões, viagens em paraisos paradisiacos..mostraando em redes sociais a ostentanção.

Deixe uma resposta