Governo do Espírito Santo divulga novo portal de atendimento para Serviço Mão na Roda

Publicado em: 29 de setembro de 2020

Serviço Especial Mão na Roda é operado por 25 veículos. Foto: Divulgação.

Lançamento do site foi realizado nesta terça-feira, 29

JESSICA MARQUES

O Governo do Estado do Espírito Santo divulgou, nesta terça-feira, 29 de setembro de 2020, o novo portal do Serviço Especial Mão na Roda. Todos os agendamentos agora passam a ser feitos no site http://maonaroda.gvbus.org.br. A solenidade de lançamento foi realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, e foi transmitida ao vivo pelas redes sociais.

O Mão na Roda é um serviço especial para o transporte de pessoas com deficiência da Grande Vitória, 100% subsidiado pelo governo. Os passageiros não pagam para serem transportados, mas precisam realizar um cadastro.

De acordo com o governador Renato Casagrande, agora o usuário pode fazer pelo site desde o cadastro até o agendamento de viagens.

O Mão na Roda é operado por 25 veículos, dos quais 24 foram adquiridos recentemente. Em julho, o Governo do Estado realizou a entrega de 13 novos micro-ônibus para o serviço especial.

Relembre: Governo do Espírito Santo coloca novos microônibus no serviço Mão na Roda

Confira abaixo as instruções de cadastro divulgadas pelo Governo do Estado:

Como usar

De acordo com o Governo do Estado, quem já é habilitado e já usa o serviço, terá de se cadastrar no portal usando um e-mail válido e que esteja no nome do beneficiário. Ao entrar no site, selecione “Sou passageiro” e depois “Cadastre-se”. Em seguida, preencha os dados nos campos indicados como obrigatórios. Após esse processo, será necessário acessar a conta de e-mail para confirmar o cadastro.

Para agendar as viagens é preciso clicar em “Sou passageiro” e efetuar o login no sistema. Depois, em “Solicitar viagens”, é preciso preencher os dados indicados de acordo com os locais de origem e destino, horários desejados, se tem acompanhante ou não. Se esse trajeto for frequente, é possível salvar como favorito.

“É importante lembrar que os agendamentos só podem ser feitos com até 48 horas de antecedência da data da viagem. Na nova plataforma também é possível informar que o passageiro aceita encaixes, caso tenha horários flexíveis. Concluído esse processo, basta aguardar a análise da solicitação. Pelo e-mail cadastrado e por SMS será enviada uma mensagem indicando se a viagem foi confirmada ou não. É possível ainda que o cadeirante cancele a viagem pelo portal.”

Novos cadastrados

Quem ainda não é cadastrado no Mão na Roda, tem que solicitar a habilitação. Os passos são parecidos: “Acesse o site e clique em “Quero me cadastrar”. Preencha a ficha com os dados pessoais do beneficiário e anexe os documentos para a perícia. São aceitos laudos e receitas médicas. Caso seja menor de idade, a documentação do responsável também deverá ser enviada, nos campos específicos. Feito isso, basta aguardar o retorno da equipe técnica da Ceturb-ES”.

DADOS DO SERVIÇO

Cadastros no Sistema:

2020: de janeiro a agosto foram registrados 143 cadastros, 22 deles deferidos sendo 20 temporários e 2 permanentes;

2019: 469 cadastros deferidos;

Total de cadastrados no Sistema: 3.650.


Viagens Realizadas:

2019: 94.913 viagens (até final agosto: 63.440)

2020: 27.280 viagens (até o final agosto)

Motivo das viagens:

2019 2020
1 SAÚDE 1.343 474
2 LAZER 19.568 4.414
3 EDUCAÇÃO 8.728 925
4 TRABALHO 13.931 5.915
5 FISIOTERAPIA 29.480 5.892
6 CONSULTAS MÉDICAS 11.029 3.735
7 JURÍDICO 811 232
8 VIAGENS 152 36
9 SAÚDE URGÊNCIA 8.485 4.914
10 OUTROS 1.386 743
Total 94.913 27.280

Destinos mais solicitados:

Centro de Reabilitação Física do Estado do Espírito Santo (Crefes), Escola de Medicina Santa Casa de Misericórdia (Emescam), Apae Cariacica, Apae Vitória, Hospital Meridional, Fundação Bradesco, Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo e Universidade Vila Velha (UVV). Além destes destinos, há uma grande demanda de viagens para a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e shoppings.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta