Motoristas do transporte complementar de Maceió (AL) realizam paralisação

Publicado em: 22 de setembro de 2020

Foto: Felipe Rocha/Ônibus Brasil

Profissionais pedem medidas do governo contra o transporte ilegal que vem atuando sem qualquer fiscalização

WILLIAN MOREIRA

O transporte complementar de Maceió, Alagoas, está sem operar nessa terça-feira, 22 de setembro de 2020, em razão de manifestação em alguns pontos da cidade.

A paralisação anunciada na segunda-feira (21) é uma forma de protesto da categoria contra um número expressivo de veículos irregulares que circulam entre Maceió e cidades vizinhas sem qualquer fiscalização, gerando concorrência desleal.

O desejo destes motoristas que se concentram desde a madrugada é que o Tribunal de Justiça escute as reivindicações e permita à Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) fiscalizar estes veículos do táxi-lotação.

Desde o dia anterior já havia previsão de pontos de concentração dos manifestantes como o Trevo do Polo, em Eustáquio Gomes e em Satuba para depois seguir em carreata até o Tribunal de Justiça.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta