Greve do transporte entra no segundo dia em Maringá

Publicado em: 17 de setembro de 2020

Rodoviários em piquete em frente à garagem da TCCC, em Maringá, nessa quarta, 16, primeiro dia da greve. Foto: TCCC (Divulgação)

Trabalhadores fazem manifestação e atrapalham a saída dos ônibus da TCCC e Cidade Verde na manhã desta quinta, 17

ALEXANDRE PELEGI

As dificuldades persistem para o passageiro dos transportes de Maringá, no Paraná, nesta quinta-feira, 17 de setembro de 2020.

Os trabalhadores, que entraram em greve na madrugada desta quarta-feira, 16, continuam o movimento de protesto.

Na madrugada de hoje representantes do sindicato da categoria – Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários de Maringá (Sinttromar) – bloqueavam a saída dos ônibus das duas concessionárias de transporte da cidade, a TCCC (Transporte Coletivo Cidade Canção)  e a Cidade Verde.

A determinação da Justiça do Trabalho é que pelo menos 70% da frota deve ser garantida nas ruas, que caso não seja cumprida pode resultar em multas de R$ 60 mil por dia. As duas empresas conseguiram liminar junto ao Tribunal Regional do Trabalho no sábado, 12 de setembro, determinando a frota mínima que deve circular.

O Sindicato, no entanto, garante que está seguindo a determinação, o que tem gerado polêmica na cidade e entre usuários.

Os profissionais querem reposição salarial e realizam piquetes nas portas das garagens.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta