Florianópolis terá mais 116 horários de ônibus a partir desta quinta-feira (10)

Publicado em: 9 de setembro de 2020

Passageiro deve consultar em aplicativo do sistema ou nos sites da prefeitura e consórcio os novos horários. Foto: Leonardo Sousa/PMF

Novas partidas estarão distribuídas em 27 linhas

ADAMO BAZANI

A Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano de Florianópolis anunciou que a partir desta quinta-feira, 10 de setembro de 2020, serão criados 116 horários no sistema de ônibus da cidade.

As partidas serão acrescentadas em 27 linhas com as derivações que atendem às regiões Norte, Centro, Leste, Sul e Continente.

Confira a relação:

131 TITRI – TICEN via Gama D’Eça;

136 Volta ao Morro Carvoeira Sul via TITRI;

137 Volta ao Morro Pantanal Norte via TITRI;

138 Volta ao Morro Pantanal Sul via TITRI;

164 Córrego Grande – Poção;

174 – Saco Grande via João Paulo;

179 Serrinha;

184V UDESC via Beira Mar;

210 TICAN – TICEN Direto;

221 TICAN – TICEN via Mauro Ramos;

230 Canasvieiras via Gama D’Eça;

233 TICAN – TITRI via UFSC;

235 TICAN – TITRI via TISAN;

261 – Capivari; 264 – Ingleses;

269 – Moçambique via Rua Alzira Rosa Aguiar;

277 – Balneário Ingleses;

281 – Costa do Moçambique;

287 – Rio Vermelho via Vargem Grande;

288 – Circular Rio Vermelho;

330V TILAG – TICEN via Mauro Ramos via TITRI;

331 TISAN – TICEN via Mauro Ramos;

410 – TIRIO/TICEN – Direto;

461 Tapera via Túnel;

565 Ribeirão da Ilha;

670V Monte Cristo via Ponte Hercílio Luz;

 

763 Caeira do Saco dos Limões.

Os horários podem ser conferidos por diferentes canais oficiais:

– Floripa no Ponto: https://www.floripanoponto.com.br/

– Consórcio Fênix: https://www.consorciofenix.com.br/horarios

– Prefeitura de Florianópolis http://www.pmf.sc.gov.br/servicos/index.php?pagina=onibus.

Em nota, a secretaria diz que o “objetivo do acréscimo de horários será implementado para gerar uma melhor distribuição da demanda de passageiros. A medida também vai contribuir com a inibição da formação de filas e diminuição do tempo de permanência de passageiros nos terminais e pontos de embarque, levando em conta que a cidade enfrenta a pandemia da Covid-19, sendo o distanciamento social e menor tempo de exposição, algumas das medidas de controle e prevenção ao contágio.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta