Iveco anuncia mudanças estratégicas para segmentos de caminhões e ônibus

Publicado em: 2 de setembro de 2020

Liderada por Márcio Querichelli, marca implementa mudanças para alavancar crescimento na região. Foto: Divulgação.

Alterações são em equipes e cargos da fabricante na América do Sul

JESSICA MARQUES

A Iveco, marca da CNH Industrial, informou em nota que realizou mudanças estratégicas para os segmentos de caminhões e ônibus. As alterações são em equipes e cargos da fabricante na América do Sul, com o objetivo de alavancar o crescimento em ambos os setores.

A nova estrutura entrou em vigor nesta terça-feira, 1º de setembro de 2020, sob a liderança de Márcio Querichelli, para os segmentos de caminhões e ônibus.

No novo organograma, os profissionais Ricardo Barion e Francisco Spasaro seguem como os diretores comerciais da Iveco para o Brasil e para a Argentina, respectivamente. Por sua vez, Marcelo Leonardi é o diretor comercial dos demais mercados importadores da América do Sul e Central.

Além disso, Thiago Carlucci comanda a área de marketing da marca; Marcelo Assis é o responsável pelo desenvolvimento da rede de concessionários; Renato Perrotta segue responsável por vendas governamentais, Cláudio Dornellas cuida da administração de vendas e do planejamento de demandas e Alexandre Jordão segue à frente da área de gerenciamento de produto.

A estrutura da companhia na América do Sul tem ainda uma equipe de primeira linha no atendimento e suporte ao cliente com os profissionais Rômulo D’Alessandro, responsável pelo suporte ao produto e ao cliente, e José Queiroz, responsável pela área de Soluções de Pós-vendas.

Por sua vez, Humberto Spinetti, até então diretor de negócios de ônibus e veículos de defesa para a América do Sul, passa a se dedicar exclusivamente à Iveco Defence Vehicles. Interinamente, Querichelli será o responsável pela Iveco Bus.

A marca ainda destaca a contratação do engenheiro Ricardo Coelho, profissional experiente na área técnica e de gestão de produtos, que retorna à companhia para liderar a Engenharia de Produto e Plataforma de caminhões e ônibus.

Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América do Sul, deixa a companhia e o cargo também deixa de existir.

“Estas mudanças representam os pilares do plano de crescimento e de desenvolvimento da marca na nossa região, e estou convencido de que a nossa organização e a marca serão fortalecidas em busca dos objetivos de curto, médio e longo prazos”, afirma Querichelli, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Marco Antonio fontoura Telles disse:

    BOA NOITE HJ grande problema no Brasil é que vcs pensam so nos grandes empresários deixando de lado um grande mercado de automos no mundo todo nao tem um banco próprio com seguro para financiar essas classes honestas e trabalhadora é so ver que mais da metade da.frota de caminhões 3/4 é de anos 80 Eu mesmo faço fretes com uma Ford.86 as vezes a inteligência deixa cega .faz uma pesquisa pra vcs ver obrigado.

Deixe uma resposta