Prefeitura de Goiânia e Metrobus assinam cooperação para manutenção do Eixo Anhanguera

Publicado em: 12 de agosto de 2020

Pavimento deteriorado é queixa de passageiros e operadores. Foto: Prefeitura de Goiânia

Termo vai durar 90 dias e serviços são paliativos

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Goiânia e a Metrobus Tansporte Coletivo S/A assinaram nesta terça-feira, 12 de agosto de 2020, um Termo de Cooperação para manutenção emergencial e paliativa da pavimentação asfáltica do corredor de ônibus da Avenida Anhanguera, o chamado Eixo Anhanguera.

A condição do pavimento tem sido uma das queixas de passageiros e de operadores, já que ao passar pelos buracos, os ônibus tendem a quebrar mais e o conforto na viagem diminui.

Segundo nota da prefeitura, o termo de cooperação vai durar 90 dias e os trabalhos têm início imediato.

Pelo acordo, a Seinfra – Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos será responsável pelo fornecimento de 196,24 toneladas de massa asfáltica (CBUQ), material ligante e todos os demais específicos para a intervenção, e a Metrobus se responsabilizou pelo transporte e a execução dos serviços.

Não haverá transferência de recursos entre a prefeitura, secretaria e Metrobus.

Os custos de materiais e execução das obras serão de responsabilidade de cada uma das partes por meio de dotações específicas do orçamento do município e da contabilidade da empresa de ônibus.

Também não haverá responsabilização, por meio do termo, dos serviços de manutenção antes e depois do período da cooperação.

O secretário de infraestrutura, Dolzonan da Cunha Mattos, disse por meio de nota da prefeitura que, apesar de ainda estar na fase de recurso a decisão da Justiça que determinou que o município faça a manutenção, os serviços já serão executados.

“A Prefeitura não se recusa a promover melhoria na malha viária da cidade, mas o contrato de concessão para operar o eixo é claro quanto à responsabilidade sobre a manutenção do asfalto do Eixo Anhanguera, entretanto, enquanto a Justiça decide, esse Termo de Compromisso que assinamos com a Metrobus vai proporcionar melhoria no pavimento e garantir a segurança de motoristas e usuários do sistema”, disse, segundo a nota.

Na mesma nota, o Diretor Presidente da Metrobus, Paulo Cézar Reis, informou que os trabalhos começam já nesta quinta-feira, 12, e serão executados primeiro nos locais mais deteriorados. A expectativa é concluir todo o Eixo em 45 dias. Reis afirmou ainda que não haverá interdição e nem desvio no trânsito durante a realização do serviço.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta