Transporte de Teresina volta a circular com 100% da frota durante a pandemia

Publicado em: 11 de agosto de 2020

Foto: Bruno Roberto / Ônibus Brasil

A quantidade total de veículos aproximada é de 120 veículos para o período especial.

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura da cidade de Teresina, no Piauí, junto com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro), comunicou a retomada do transporte coletivo com 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período de pandemia, em torno de 120 veículos.

A decisão ocorre após o anúncio sobre o fim da paralisação dos operadores do transporte público em Teresina na última semana, a Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito). A frota de ônibus de acordo com a demanda da cidade. Relembre: Depois de mais de dois meses em greve parcial, motoristas de ônibus de Teresina decidem voltar ao trabalho

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizará um monitoramento diário da demanda de passageiros por meio da bilhetagem eletrônica, que fará o uso dos cerca de 120 ônibus em circulação.

Recebemos com muita satisfação nesta manhã o ofício do Sintetro, e estamos otimistas para a retomada dos serviços dos motoristas e cobradores. Acompanharemos, todos os dias, a demanda de passageiros para irmos adequando a frota, conforme houver necessidade. Queremos garantir que não existam aglomerações”, pontuou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira em nota divulgada para a imprensa.

Os veículos cadastrados que atendiam os passageiros durante a paralisação não vão mais operar, e os terminais de ônibus seguem fechados, mantendo o sistema atual com itinerários dos bairros ao centro.

A Prefeitura reitera que as medidas de segurança vão ser mantidas, com a higienização dos ônibus ao final de cada viagem e que todos coletivos, com ar-condicionado ou não, circulem com as janelas abertas.

Os profissionais do setor devem ter a temperatura medida periodicamente, usar máscaras e ter álcool em gel a sua disposição.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta