Prefeitura do Rio aplica 259 multas em empresas do transporte coletivo

Publicado em: 8 de agosto de 2020

Foto: Zé Ricardo/Ônibus Brasil

As infrações foram registradas no decorrer desta semana

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, aplicou na última semana 259 multas aos quatro consórcios que atuam no transporte coletivo da cidade (Intersul, Internorte, Transcarioca e Santa Cruz) e também ao BRT Rio.

A secretaria registrou irregularidades na prestação do serviço em pontos de ônibus e terminais, quanto à condição da frota e ao cumprimento das determinações sanitárias contra o coronavirus.

Apenas no BRT foram aplicadas 146 multas nos terminais Alvorada e Santa Cruz e estações Mato Alto, Pingo D’Água e Madureira por lotação maior que o permitido e intervalos irregulares entre os veículos.

Outras 34 multas foram destinadas a operadores de linhas regulares devido à má conservação dos ônibus, frota reduzida, cobrança de valor da tarifa diferente do regulamentado e coletivos não cadastrados na Secretaria de Transportes.

Não temos poupado esforços para garantir melhorias nos serviços prestados pelos operadores, que têm obrigações a cumprir e precisam atuar com responsabilidade. As ações da secretaria seguirão intensificadas para que o cidadão carioca tenha transporte eficiente e satisfatório”, disse o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim, em nota divulgada para a imprensa.

Equipes da fiscalização estiveram na quinta-feira, 06 de agosto de 2020, na garagem da Expresso Pégaso para inspecionar a frota, constatando várias irregularidades, convertidas em 79 multas pela ausência de vistoria, bancos rasgados e outras inconformidades.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta