Senadora quer que vale-transporte seja usado em carros por aplicativo

Publicado em: 4 de agosto de 2020

Projeto segue no Senado para apreciação e discussões sobre sua efetividade. Foto: Diário do Transporte.

Créditos devem valer durante a pandemia de Covid-19

WILLIAN MOREIRA

A senadora Rose de Freitas apresentou um PL (Projeto de Lei) para conceder créditos em forma de vale-transporte para uso em carros por aplicativo, como Uber, 99 e Cabify.

A intenção é acrescentar um artigo à Lei 7.498, de 1985, que garante um valor determinado para o funcionário ir de sua casa até o seu trabalho e retornar depois, com duração até o término da pandemia de Covid-19.

Na justificativa do PL, a senadora diz  que a maioria das empresas e setores já retomaram as atividades, por essa razão, o transporte público voltou a ficar lotado e apresentar aglomerações, aumentando o risco de contágio pelo coronavírus.

“Por isso, necessária a apresentação de solução legislativa que permita que os citados deslocamentos sejam realizados sem colocar em risco a saúde dos trabalhadores, assim como o bem-estar da coletividade, o que pode ser alcançado via utilização de aplicativos de transporte de pessoas”, explica Rose de Freitas em nota divulgada para a imprensa.

Outra medida benéfica na visão da parlamentar é a garantia do emprego de muitos motoristas, uma vez que a demanda cresceria e o transporte público pode ter uma diminuição dos passageiros por dia.

O projeto segue no Senado para apreciação e discussões sobre sua efetividade.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Marcos disse:

    AFF! essa medida é para transferir recursos do transporte coletivo para as plataformas de aplicativos estrangeiras, isso é abuso!
    Então porque não para os taxistas?
    Lembrando que essas plataformas ficam com vinte e cinco porcento do valor da corrida sem custos! dinheiro que vai para fora do pais!

Deixe uma resposta