Prefeitura de Salvador anuncia testes com Volvo/Caio de três eixos para BRT

Publicado em: 4 de agosto de 2020

Veículo tem capacidade para 99 passageiros

Veículo vai circular por um mês em diferentes linhas

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Salvador anunciou de forma oficial o início dos testes de um ônibus urbano de 15 metros de comprimento para o sistema de BRT (corredores de trânsito rápido).

As operações experimentais começam nesta terça-feira, 04 de agosto de 2020, e devem durar 30 dias aproximadamente.

Inicialmente a circulação é na linha 1420 Boca da Mata-Pituba, com tarifa normal. O veículo também deve atender as linhas 1230 Sussuarana x Barra R1, 1142 Cabula x Ribeira R2 e 1388 Estação Pirajá x Barra.

O ônibus tem chassi Volvo B 270F (motor dianteiro) e carroceria Caio Apache Vip IV, e é de demonstração das fabricantes. Há portas nos dois lados, sendo três no lado direito para o uso urbano normal e duas do lado esquerdo para utilização nas estações do BRT. A configuração é para 99 passageiros, dos quais, 41 sentados e 58 em pé.

Em nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) diz que o objetivo é “checar a adequação do veículo às condições do dia a dia do transporte coletivo, a exemplo de carregamento e comportamento durante a operação. Além disso, o teste permite ainda que a Semob faça a comparação com outros ônibus já testados.”

Como mostrou o Diário do Transporte, em 24 de junho, a prefeitura de Salvador homologou e adjudicou o consórcio Engetec/PCE como vencedor da licitação para construção do Trecho 2 do BRT.

O consórcio é formado pelas empresas Engetec Construções e Montagens SA e PCE Projetos Consultorias de Engenharia Ltda.

O contrato da obra é de quase R$ 204 milhões (R$ 203.700.049,00), e os recursos são do Ministério das Cidades.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/06/24/prefeitura-de-salvador-homologa-consorcio-que-venceu-licitacao-do-trecho-2-do-brt/

Na nota desta terça-feira, 04, a prefeitura diz que o “BRT vai beneficiar 31 mil pessoas por hora, em horários de pico. Os veículos irão operar a uma velocidade comercial de 25 a 40 km/h. Os tempos de percurso serão significativamente reduzidos se comparados aos atuais níveis de operação. O primeiro trecho do novo modal, entre o Parque da Cidade e a região do Shopping da Bahia, ficará pronto ainda este ano.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta