Avenida Brasil, no Rio de Janeiro, terá novos trechos com faixas de ônibus

Publicado em: 3 de agosto de 2020

Ônibus que passa pela Av. Brasil. Foto: Guito Moreto/Jornal Extra (Imagem Meramente Ilustrativa)

Táxis e veículos de transportes coletivos das Forças Armadas também poderão circular nos espaços

ADAMO BAZANI

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro publicou no diário oficial da cidade desta segunda-feira, 03 de agosto de 2020, resolução determinando a criação de novos trechos de faixas de ônibus na Avenida Brasil.

A determinação entra em vigor a partir desta terça-feira, 04 de agosto, com as respectivas sinalizações nos locais.

Os trechos contemplados são:

– Uma Faixa Exclusiva sentido Zona Oeste, na pista central, situada junto à mureta divisória, com início a 120 metros antes da Rua Franco de Almeida e término na passarela 21, próximo ao número 15.146, em Parada de Lucas;

–  Uma Faixa Exclusiva sentido Centro, na pista central, situada junto à mureta divisória, com início na passarela 21, próximo ao número 15.671, em Parada de Lucas, e término próximo ao número 1.715, junto ao viaduto no Caju;

– Duas faixas exclusivas, sentido Centro, com início no viaduto na pista central, próximo ao número 1.715 e término na pista lateral direita, próximo à Rua Conde de Leopoldina;

– Duas faixas exclusivas, sentido Centro, na pista central, situadas junto ao canteiro divisório da pista lateral direita, com início próximo à Rua Conde de Leopoldina e término 50 metros antes da rampa de descida da Ponte Rio Niterói;

De acordo com a publicação oficial, as faixas poderão receber ônibus urbanos, ônibus intermunicipais, ônibus rodoviários, ônibus de fretamento, táxis e veículos de transportes coletivos das Forças Armadas.

Estabelecer na Av. Brasil FAIXAS DE TRÂNSITO para uso exclusivo de veículos de transporte de passageiros: I – por ônibus ou micro-ônibus, de linhas regulamentadas pelo Poder Concedente (SMTR – intramunicipal, DETRO/RJ – intermunicipal e ANTT – interestadual/internacional); II – por ônibus ou micro-ônibus na modalidade fretamento, regulamentados pela SMTR e o DETRO/RJ, desde que os serviços de transporte de passageiros comprovem itinerários que contemplem a Avenida Brasil; III – na modalidade taxi, desde que na condição de permissionários regulamentados na Cidade do Rio de Janeiro; IV – na modalidade taxi, desde que na condição de permissionários dos Municípios da Região Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro constantes do Anexo Único do Decreto Municipal nº 31.033, de 31 de agosto de 2009; (…) Poderão trafegar na faixa especial para uso exclusivo de veículos de transporte de passageiros, os veículos que gozam de prioridade de trânsito referidos no inciso VII, do artigo 29, do Código de Trânsito Brasileiro e os ônibus e micro-ônibus pertencentes às Forças Armadas, com capacidade igual ou maior a 24 (vinte e quatro) passageiros sentados.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta