Terminal Piracicamirim será entregue neste sábado, 25, em Piracicaba

TPI é o terceiro maior terminal de Piracicaba e em 2019 recebeu mais de 560 mil passageiros. Foto: Felipe Ferreira/CCS.

Operação terá início às 4h40

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Piracicaba, no interior de São Paulo, informou que o Terminal Piracicamirim Césario Brossi (TPI) será entregue neste sábado, 25 de julho de 2020. A operação terá início às 4h40.

O terminal, que fica na avenida Alberto Vollet Sachs, é o terceiro maior em movimento de passageiros, segundo a Prefeitura. Em 2019, recebeu 560 mil passageiros.

A estrutura foi demolida e totalmente reconstruída. O terreno de 2.500 metros quadrados, pavimentado, que foi destinado ao terminal provisório, agora será utilizado como estacionamento de ônibus reserva do transporte coletivo. Além disso, poderá ser utilizado por clientes do Varejão Municipal do Piracicamirim.

NOVA ESTRUTURA

O novo TPI tem plataforma com 1.347,00 m², área coberta de 2.513,00 m² com tela anti-pássaro, iluminação LED, pista de rolagem em concreto para receber 12 ônibus ao mesmo tempo (dois a mais que o antigo).

Além disso, o terminal dispõe de sete vagas para ônibus reserva. Um reservatório de água com capacidade de 36 mil litros também foi instalado.

O terminal ganhou área de convívio para motoristas (sala de reunião, refeitório, sanitários), vestiários masculinos e femininos acessíveis, banheiro para família e para ostomizados. Foram construídas, ainda, sala para a Guarda Civil, bicicletário e bilheterias.

“O projeto de acessibilidade também contemplou as áreas interna e externa do Terminal, onde foram implantadas rampas. O novo terminal também tem piso tátil e banheiros acessíveis. Os dispositivos de segurança incluem equipamentos de proteção contra descargas elétricas e de prevenção contra incêndio e câmeras de monitoramento”, detalhou a Prefeitura, em nota.

INVESTIMENTO

O investimento foi de R$ 5.329.391,21, o que representou um desconto de 23,84% do valor previsto, que era R$ 6.997.779,12. Também conforme informado pela Prefeitura, a empresa responsável foi a Construtora Maxfox LTDA.

O terminal segue os padrões do Terminal Vila Sônia, entregue no final de 2017, e do Terminal Paulicéia, inaugurado em agosto do ano passado. A obra teve financiamento do programa do Governo Federal Mobilidade Médias Cidades.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Laurinda Silva disse:

    Olhem bem e digam, qual a melhoria, ou será que só eu vejo quase nada mudou kkkkk gastaram milhões com bancos e tintas o povo é roubado na cara dura mesmo.

  2. Albino disse:

    De nada adianta terminal novo se tem bairros que nem ônibus tem!! Isso é uma forma de roubar a população na cara dura!!!!

Deixe uma resposta