Greve do transporte público em Juiz de Fora é encerrada (MG)

Publicado em: 23 de julho de 2020

Ônibus em Juiz de Fora. Foto: Fabiano da Silva Oliveira.

Reunião de conciliação entre sindicato, empresas do transporte e Promotoria de Justiça definiu como será realizado o pagamento dos direitos trabalhistas

WILLIAN MOREIRA

A paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, chegou ao fim nesta quinta-feira, 23 de julho de 2020. A greve foi encerrada no começo da tarde.

Os funcionários das empresas São Francisco, Goretti Irmãos Ltda, Ansal e Tusmil voltaram às atividades, restabelecendo os transporte.

Em reunião na tarde desta quinta-feira (23), ficou acertado que tanto a Gil como a Ansal vão pagar o ticket integralmente de 180 trabalhadores na segunda-feira, 27 de julho.

Por sua vez, por questões de logística, a cesta básica será entregue na quinta-feira, 30.

Tanto a Ansal como o Sinttro retornam a mesa de negociação também na segunda-feira 27, para discutir a renovação do acordo coletivo de trabalho e valores salariais.

GREVE

Os trabalhadores cruzaram os braços na terça-feira 21 de julho, cobrando por parte das empresas do pagamento da cesta básica e ticket alimentação em atraso.

O movimento contou inicialmente com motoristas e cobradores da empresa Goretti Irmãos Ltda (GIL), mas depois recebeu a adesão de funcionários de outras empresas que passavam por problemas parecidos.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano (Sinttro) representou a categoria, reforçando a cobrança da quitação das pendências desde abril deste ano.

Com a greve em andamento e o impasse para uma solução, a Prefeitura publicou na noite da quarta-feira (22), um decreto que concedeu permissão a veículos do transporte escolar de fazer o papel dos ônibus, atendendo itinerários existentes e cobrando a tarifa.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/07/22/prefeitura-de-juiz-de-fora-autoriza-veiculos-escolares-a-realizar-o-transporte-coletivo/

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta