Prefeitura de Juiz de Fora autoriza veículos escolares a realizar o transporte coletivo

Publicado em: 22 de julho de 2020

Veículo do transporte escolar de Juiz de Fora. Foto: Douglas Célio Brandão / Ônibus Brasil.

Medida emergencial busca garantir o atendimento aos passageiros enquanto a paralisação não termina

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais, publicou na noite desta quarta-feira, 22 de julho de 2020, um Decreto Municipal emergencial que permite veículos do transporte escolar operarem itinerários do transporte público.

Conforme previsto no Decreto nº 14.019, de forma extraordinária fica “autorizada a utilização de veículos de transporte escolar como forma de garantir a continuidade do serviço público essencial de transporte coletivo urbano aos usuários em caso de sua interrupção total ou parcial”, não importando o motivo da alteração na prestação do serviço.

Os veículos que podem participar são os que estejam devidamente regularizados na Secretaria de Transportes e Trânsito – SETTRA, podendo assim receber uma credencial para transportar passageiros, recebendo remuneração por cada embarque, no valor da tarifa vigente atual.

Acabando a greve que motivou o uso destas vans, elas devem, até às 23h59 do mesmo dia, interromper as atividades de transporte coletivo, e seguindo as regras aplicadas aos ônibus de embarque e desembarque apenas em pontos, mas com a permissão de usar as faixas exclusivas para os coletivos.

A ação da Prefeitura vem após ser completados dois dias de paralisação parcial do transporte público na cidade, inicialmente por funcionários da Goretti Irmãos Ltda (GIL) que protestam contra cestas básicas e ticket atrasados e na quarta-feira (22), com a adesão de trabalhadores de outras empresas.

Neste período de paralisação, duas liminares já foram emitidas obrigando o retorno do transporte, porém não atendidas até o momento.
Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/07/22/mesmo-com-decisoes-da-justica-greve-de-onibus-continua-em-juiz-de-fora-mg/

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta