Crivella anuncia fase 4 da flexibilização no Rio de Janeiro

Publicado em: 16 de julho de 2020

Pontos turísticos devem estar com um terço da capacidade máxima e não ultrapassar a regra de 4 m² por pessoa. Foto: Divulgação.

Pontos turísticos voltam com regras, comércio de rua abre mais cedo aos sábados e estacionamento da orla será liberado

JESSICA MARQUES

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou a fase 4 da flexibilização na cidade. Os detalhes foram divulgados nesta quinta-feira, 16 de julho de 2020.

Assim, pontos turísticos poderão voltar a abrir. Contudo, devem estar com um terço da capacidade máxima e não ultrapassar a regra de 4 m² por pessoa.

“Estarão autorizados a reabrir o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, a nossa maravilhosa roda gigante do Porto e outras atrações que só o nosso Rio de Janeiro tem. Mas todas com máximo de um terço da lotação”, disse Crivella.

Confira as regras, na íntegra:

Comércio de rua

O comércio de rua passa a abrir a partir das 9h, mas somente aos sábados. Em dias de semana, lojas e galerias de rua abrem somente a partir das 11h, mas agora com a lotação ampliada para 2/3 da capacidade máxima, e respeitando o distanciamento. Shoppings seguirão a mesma regra da capacidade máxima ampliada para 2/3, no horário das 12h às 22h.

Micropolos

Serão criados micropontos de controle de acesso de entrada e saída em bares e restaurantes. Os quatro micropolos funcionarão nos seguintes locais: ruas Olegário Maciel, na Barra da Tijuca; Dias Ferreira, no Leblon; e Nelson Mandela, em Botafogo; e na Praça Varnhagem, na Tijuca.

Esportes coletivos nas praias

As quadras esportivas das praias poderão receber praticantes de esportes coletivos, como vôlei, futevôlei, beach tênis e futebol, exclusivamente de segunda a sexta, exceto feriados. No entanto, a proibição à permanência de banhistas na areia continua.

Outra medida anunciada foi a reabertura das 6 mil vagas de estacionamento na orla.

Desmobilização de leitos

Com a queda dos indicadores das curvas e a diminuição da demanda no atendimento para Covid-19 nas portas de entrada da rede municipal de saúde, 200 leitos de enfermaria serão desmobilizados no Hospital de Campanha do Riocentro, conforme planejamento da Prefeitura. Leitos de CTI continuarão em completo funcionamento para atender os pacientes.

Além da mão de obra, os equipamentos serão realocados para outras unidades, sobretudo o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari.

Escolas e universidades

A novidade na área da educação é voltada às universidades, que terão as atividades práticas da área dos cursos de saúde abertas novamente. Com a medida, serão retomados programas de residência e internato, que poderão fortalecer o combate ao novo coronavírus.

Creches e escolas municipais e particulares seguem fechadas. O empenho da Prefeitura é para garantir a alimentação dos 641 mil estudantes, sobretudo os mais carentes.

“Ainda não há data de retorno para as escolas. O esforço que estamos fazendo é para reabrir os refeitórios. Para isso, estamos testando as 6 mil merendeiras. Enquanto isso, estamos distribuindo cestas básicas e entregando os cartões alimentação”, disse o prefeito.

Academias

As academias seguem abertas, apenas com agendamento, e regras de distanciamento. Agora a exigência é de 4 m² por pessoa,e não mais de 6 m².

Fase 4-2Fase 4-3Fase 4-4Fase 4-5Fase 4-6

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta