Porto Alegre inicia operação de nova faixa exclusiva para ônibus

Publicado em: 15 de julho de 2020

Funcionamento do espaço exclusivo para ônibus, táxis e lotações será de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 20h. Foto: Anselmo Cunha/PMPA.

Com extensão de um quilômetro, trecho está na rua Siqueira Campos, Centro Histórico, entre as ruas General Portinho e Uruguai

JESSICA MARQUES

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) colocou em operação nesta quarta-feira, 15 de julho de 2020, o novo de trecho de faixa exclusiva do transporte coletivo, na rua Siqueira Campos, Centro Histórico, entre as ruas General Portinho e Uruguai.

O funcionamento do espaço exclusivo para ônibus, táxis e lotações será de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 20h. A extensão é de um quilômetro.

O local passará por um período de acompanhamento e orientação aos motoristas, em que haverá reforço nas ações educativas. Além disso, haverá presença de agentes de fiscalização de trânsito para instruir sobre o uso adequado do espaço, ainda sem multas.

PROGRAMA DE PRIORIZAÇÃO

De acordo com a Prefeitura, o objetivo de proporcionar mais rapidez e confiabilidade aos passageiros. O trecho integra os 13,4 quilômetros do Programa de Priorização do Transporte Coletivo implantados em 2020.

“O trajeto requalificado, no corredor cultural do Centro Histórico da Capital, também recebe uma remodelação dentro do conceito de Ruas Completas, com uma nova ciclofaixa unidirecional, travessias de pedestres revitalizadas e urbanismo tático para oferecer uma experiência mais segura e democrática para todos”, afirmou o engenheiro Marcelo Hansen, diretor técnico da EPTC, em nota.

Ainda segundo a Prefeitura, a iniciativa vai beneficiar 52 mil passageiros de 19 linhas de ônibus. A faixa exclusiva integra as ações do MobiliPOA, o programa de mobilidade que organiza e disciplina os diferentes modais de transporte e circulação da cidade.

“As medidas de priorização contribuem para a regularidade da operação e mais agilidade nas viagens, o que auxilia na diminuição no tempo do deslocamento dos usuários. Isso atrai novos passageiros, pois melhora a qualidade do serviço. Com viagens mais rápidas, sem congestionamento, também é possível economizar combustível”, informou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta