Empresa oferece carregadores portáteis de celulares para alugar em estações da Linha 4-Amarela

Publicado em: 15 de julho de 2020

Locação está disponível nas estações Luz, Higienópolis-Mackenzie, Paulista, Oscar Freire, Fradique Coutinho, Faria Lima, Pinheiros, Butantã e São Paulo-Morumbi. Foto: Divulgação.

Ação é fruto de parceria entre a ViaQuatro e a startup Breeze

JESSICA MARQUES

Os passageiros da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo já podem alugar carregadores portáteis de celulares e outros dispositivos móveis nas estações. A novidade está disponível a partir desta quarta-feira, 15 de julho de 2020.

Os dispositivos são oferecidos para locação por meio de uma parceria entre a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da linha, e a Brezze, empresa global de aluguel de carregadores portáteis para dispositivos móveis.

A empresa disponibiliza o serviço de locação de carregadores portáteis nas estações Luz, Higienópolis-Mackenzie, Paulista, Oscar Freire, Fradique Coutinho, Faria Lima, Pinheiros, Butantã e São Paulo-Morumbi.

“Os interessados em utilizar o sistema, poderão baixar o APP da Brezze, disponíveis para iOS e Android. Após instalar o aplicativo e efetuar o cadastro, o passageiro deverá fazer a leitura/scan do QRcode, disponível na parte frontal da máquina. Feito esse procedimento, o carregador portátil (power bank) será liberado. A devolução poderá ser feita em qualquer localidade onde houver uma máquina Brezze”, orienta a ViaQuatro, em nota.

ORIENTAÇÃO

A ViaQuatro informou ainda que, durante o período inicial de 30 dias, a partir desta quarta, promotores ficarão posicionados nas zonas onde as máquinas estão localizadas e auxiliarão os passageiros na utilização do serviço. Todos deverão seguir as normas de distanciamento de 1,5 metro e usando máscara e álcool em gel.

“Seguindo recomendações sanitárias das autoridades governamentais de São Paulo, ao acessar o aplicativo, os clientes receberão uma mensagem alertando sobre os cuidados de higienização e manuseio do aparelho, para prevenção e combate ao Coronavírus”, informou também a ViaQuatro.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta