Empresa de ônibus de São Bernardo do Campo intensifica protocolos de segurança contra a Covid-19

Publicado em: 13 de julho de 2020

Ônibus sendo higienizado em parada

BR7 diz quer provar que transporte coletivo não é fator de risco para a propagação da doença, desde que sejam tomadas medidas de higiene e ampliação de frota quando necessário

ADAMO BAZANI

A concessionária dos transportes municipais de São Bernardo do Campo, BR7 Mobilidade, informou na manhã desta segunda-feira, 13 de julho de 2020, que intensificou os protocolos de segurança sanitária para reduzir o risco de contágio pela Covid-19 nos ônibus do sistema.

As medidas vão desde campanhas de conscientização, pulverização nos coletivos de desinfetantes utilizados em hospitais no intervalo das viagens, intensificação de limpeza e higienização dos ônibus nas garagens com reforço de treinamento dos funcionários da área e colocação de adesivos no piso dos terminais e pontos de maior movimentação para orientar o distanciamento de 1,5 metro entre os passageiros nas filas de embarque.

Em nota, a diretora-executiva da BR7 Mobilidade, Milena Braga Romano, destacou também o aumento da frota operacional. Para a empresária, é necessário o setor mostrar que o transporte coletivo não é fator de risco para a propagação da doença, desde que as medidas corretas sejam tomadas.

“Neste momento de retomada, é fundamental garantir que o transporte coletivo não seja visto como fator de risco ou disseminação do vírus e, mais do que nunca, preservar a saúde das pessoas, assim como dar tranquilidade e confiança no serviço. O protocolo de segurança, elaborado pelo nosso comitê de gerenciamento de crise, que segue todas as recomendações de saúde, está sendo aplicado com sucesso em todas as nossas linhas, terminais e pontos finais” – disse na nota.

Outras medidas são a recomendação de lotação máxima nos veículos e a disponibilização de suportes de álcool em gel nos terminais para os passageiros usarem antes de embarcar nos ônibus.

Além disso, a empresa afirma que tem estimulado o uso do Cartão Legal, o bilhete eletrônico de transporte da cidade, para reduzir a circulação de cédulas e moedas que podem ser transmissoras indiretas do novo coronavírus.

Em torno de 150 funcionários com mais de 60 anos, que formam um dos grupos de risco à doença, foram afastados desde o início da pandemia.

A empresa diz também que começou a medir a temperatura de funcionários e passageiros e que distribuiu mais de 1,5 mil frascos de álcool em gel para os motoristas, além de reforçar a quantidade de sabonete líquido nos pontos finais.

Outro ponto destacado na nota é a distribuição de máscaras de pano para passageiros que foi realizada em ônibus, pontos de maior movimento e terminais.

Estas máscaras foram confeccionadas voluntariamente pelos próprios funcionários.

Na área de comunicação foram produzidos vídeos com explicações de especialistas e postagens em mídias sociais com dicas de prevenção.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Antônia edna Bezerra disse:

    Voçes estariam contratando funcionários para limpesa eu estou desempregada sou auxiliar de limpeza

  2. MARLUCIA PROGENIO SOUSA disse:

    Não sei onde eles estão tomando esses cuidados todos porque a linha do ônibus 19 Los Angeles só ônibus velho e além de tudo ônibus lotados essa linha ficou pior do que já era antes

  3. NILSON PEREIRA DE BARROS BARROS disse:

    Essa SBCTrans/BR 7 que é a mesma empresa e os mesmos donos que estão na conceconcessão do transporte coletivo desde 89 e vão ficar ate o ano de 2.045 pra eles a única preocupação é ganhar dinheiro e fazer média com políticos seja do Município ou do Estado eles conseguem milagres junto ao Poderes Públicos e também nos Tribunais.
    É muito dinheiro e muito poder há mais de cem anos mandando do Grande Abc.

  4. Nety disse:

    Demora pra passar,quando vem está lotado e passa direto.O motorista que tá na linha de frente é que paga o pato,passa do ponto pra deixar o passageiro.Principalmente as linhas que cruzam alvarenga.Voce vereador, você Prefeito,as eleições estão aí!

  5. Adriana lopes disse:

    Piada isso,de domingo e feriado na rua tapajós o ônibus passa as 18:10 depois só as 20:20,colocaram o ponto neste local,em frente o albergue,onde disputamos espaço com ratos,lixos,baratas,moradores de rua embriagados e com conversar bem desagradáveis,sem contar o fedo insuportável,ao invés de publicarem o q eles alegam,deveriam averiguar primeira a veracidade

  6. Rosa Faria disse:

    Passageiros afrontam o motorista e entram no busão sem máscara . Se o motorista não deixa, sofre ameaça. Tem que ter fiscal dentro doa carros pra evitar isso.

  7. Marconia Gomes disse:

    Só tinha cuidados de limpeza no começo, quando chegava nos pontos finais ou na rodoviária, passava o pessoal limpando, agora já não tem tanta higiene.

  8. Sinner disse:

    O q eles não falam é q os funcionários ficam em apenas alguns pontos a exaustivas horas em pé higienizando ônibus e sem sequer alimentação.
    Quem realmente conhece os bastidores dessa empresa sabe q na verdade ela tem muitas falcatruas escondidas.
    Mudou o nome e CNPJ como se fosse uma nova empresa q estava concorrendo a licitacão e continuar operando o monopólio do transporte público de SBC.
    O senhor Prefeito Orlando Morando desativou uma PRAÇA PUBLICA E CEDEU O ESPAÇO PARA SE TORNAR PONTO FINAL DE ONIBUS no bairro do Taboão.
    EMPRESARIOS E POLITICOS FAZEM O Q SABEM DE MELHOR .

  9. Luis Nunez disse:

    “Além disso, a empresa afirma que tem estimulado o uso do Cartão Legal, o bilhete eletrônico de transporte da cidade, para reduzir a circulação de cédulas e moedas que podem ser transmissoras indiretas do novo coronavírus.”

    Se querem mesmo incentivar o uso do cartão, deve-se disponibilizar locais para recarga do mesmo. É melhor usar dinheiro para pagar, de que ter que ir até o Centro, em horário comercial apenas, para recarregar o cartão.
    Tem que incentivar outras formas de pagamento como por aplicativos, cartão de débito / crédito, aproximação de celular etc.

Deixe uma resposta