Trensurb segue decreto de Porto Alegre e bloqueia Vale Transporte SIM e TRI

Publicado em: 10 de julho de 2020

Transporte sobre trilhos atendeu determinação de Porto Alegre, suspendendo o vale-transporte por 15 dias. Foto: Divulgação Trensurb

Proibição do uso deste tipo de cartão vale inicialmente por 15 dias para trabalhadores de serviços não essenciais

WILLIAN MOREIRA

A Trensurb, operadora dos trens urbanos da região metropolitana de Porto Alegre, atendeu à determinação expedida no Decreto Municipal da cidade de Porto Alegre que bloqueia o Vale-transporte por 15 dias de pessoas que trabalham na capital em serviços considerados não essenciais.

A medida, que teve início de validade em 09 de julho de 2020, busca evitar maior circulação de pessoas e consequentemente uma propagação maior do coronavírus na região.

A Trensurb recebeu um pedido da Prefeitura para atender ao decreto, e por essa razão os cartões SIM e TRI nas modalidades de Vale-transporte, ficam bloqueados e não são aceitos nas catracas.

Uma lista com as empresas que atuam na cidade e tiveram os cartões de seus funcionários bloqueados, pode ser conferida no site https://tripoa.net.br/BLOQUEIO-VT.

A lista pode afetar uma parte de profissionais que, apesar de não atuarem nestas empresas, não tiveram seu nome desvinculado, o que pode trazer problemas na utilização de um dos cartões.

Para estes casos a Trensurb divulgou os telefones 118 ou (51) 3027-9959, além dos e-mails bloqueiotripoa@eptc.prefpoa.com.br ou bloqueiovt@tripoa.com.br, direcionado para pessoas que tiveram o cartão bloqueado de maneira equivocada. É preciso ter em mãos no momento da solicitação a Carteira de Trabalho, CPF e CNPJ do seu empregador.

BLOQUEIO DE CARTÕES

A Prefeitura de Porto Alegre publicou através do Diário Oficial, um decreto que trouxe medidas para impedir maior circulação do vírus e tentar alcançar um índice de isolamento social de 55%, bloqueando o Vale-transporte do serviço local de ônibus.

Segundo o prefeito Nelson Marchezan Júnior, “esta é mais uma alternativa que estamos buscando para diminuir a circulação de pessoas na cidade. Apenas desta forma conseguiremos controlar a velocidade de contaminação pelo coronavírus para não sobrecarregar nosso sistema de saúde”.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/07/08/porto-alegre-define-restricao-de-vale-transporte-para-empresas-nao-autorizadas-a-funcionar/

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta