SuperVia realiza serviços de manutenção no final de semana (11 e 12)

Alguns trechos vão ter a circulação com maiores intervalos e alterações para embarque e desembarque. Foto: Divulgação SuperVia.

Intervenções acontecem nos ramais Deodoro, Santa Cruz, Saracuruna e Japeri

WILLIAN MOREIRA

A circulação de trens no Rio de Janeiro no sábado, 11, e domingo, 12 de julho de 2020 terá alterações nos ramais de Santa Cruz, Deodoro, Saracuruna e Japeri em razão de serviços programados de manutenção.

A SuperVia divulgou a programação destes serviços, confira abaixo:

Sábado – 11 de julho

Ramal Japeri – manutenção em cabos da rede aérea, das 9h às 19h, entre as estações Anchieta e Mesquita.

Ramal Saracuruna – Haverá manutenção em cabos da rede aérea, das 11h às 19h, entre Parada de Lucas e Gramacho.

Domingo – 12 de julho

Ramais Deodoro, Santa Cruz e Japeri – recebem manutenção na via permanente nas proximidades das estações Central do Brasil e Deodoro entre 8h às 18h. Durante este período, haverá mudanças de plataformas de embarque dos ramais Japeri e Santa Cruz, nas duas estações. Os passageiros serão informados pelo sistema de áudio e pela equipe da estação.

Já das 8h às 9h30, haverá serviços de limpeza da via entre as estações Méier e Olímpica de Engenho de Dentro. Por essa razão, trens com destino a Japeri e Santa Cruz não realizarão parada nas estações Méier, Engenho Novo, Sampaio e Riachuelo. Os clientes poderão realizar transferências em São Francisco Xavier ou Olímpica de Engenho de Dentro.

E das 10h às 19h, serão realizados serviços de manutenção em cabos da rede aérea entre Madureira e Olímpica de Engenho de Dentro. Os trens com destino a Central não realizarão parada na estação Piedade, com a possibilidade de realizar transferências em Quintino ou Olímpica de Engenho de Dentro.

Ramal Japeri – serviços serão realizados em cabos da rede aérea, das 10h às 19h, entre Nova Iguaçu e Queimados.

Ramal Santa Cruz – Será realizada manutenção na via férrea, das 8h às 18h, entre Paciência e Santa Cruz, sem alteração na circulação dos trens de acordo com a concessionária.

As manutenções programadas fazem parte de trabalhos necessários para manter a operação do sistema.

PREJUÍZO DA CONCESSIONÁRIA PODE CAUSAR INTERRUPÇÃO DO SERVIÇO

Recentemente a SuperVia divulgou publicamente que durante o período da pandemia acumulou um prejuízo de R$ 102 milhões, levantando a possibilidade de interromper o serviço a partir de agosto e tem buscado negociar com o Governo do Estado um reequilíbrio financeiro e assim evitar maior crise da empresa.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/07/08/com-prejuizo-supervia-pode-interromper-servico-de-trens-no-rio-de-janeiro-a-partir-de-agosto/

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta